18 de Julho de 2014

Quando parece que tudo corre mal e... uma tarte de ameixa

Sabem aquela sensação de que tudo corre mal? Parece que o dia começou mal e que tudo parece estar do avesso, e nada irá correr bem... Todos temos esses dias. Mas o que queria mesmo dizer-vos é que é sempre uma questão de perspectiva. Nada mais do que tão somente ver os acontecimentos por todos os ângulos.

É tal e qual como quando fotografamos um prato lascado, se o rodarmos disfarçamos, ou até podemos assumir que o facto de estar lascado confere-lhe tão somente personalidade, uso e carisma. Vêem? Não é difícil.

10 de Julho de 2014

Um dos meus petiscos favoritos

Ahh calor, sol... nestes dias o que é que me apetece? Cerveja. Juro! É verdade, apetecem-se petiscos salgados e uma cerveja bem geladinha a acompanhar. Mas... bolas! Estou grávida!

29 de Junho de 2014

27 de Junho de 2014

Umas bruchettas de figos e uma notícia feliz

Os dias têm sido cheios, em grande mesmo. Muitas coisas a acontecer. Muito trabalho para edições especiais (que brevemente falarei delas), a preparação de trabalho para a escola...
Tenho várias coisas a acontecer, sem dúvida, mas uma muito especial. Que já me acompanha há 3 meses, mais precisamente há 13 semanas...

17 de Junho de 2014

Gelado de iogurte grego e cerejas

Com este calor que tem estado só me apetece coisas frescas. E iniciar um post de um gelado assim é mesmo um cliché, mas é a mais pura das verdades.

8 de Junho de 2014

Creme de ervilhas e um fim-de-semana atribulado

Há momentos da vida em que temos de tomar decisões. Muitas vezes as nossas decisões podem afectar os outros, mas quando surgem condicionantes que nos deixam sem outra saída temos mesmo que as tomar. É assim a vida, é feita de escolhas e de momentos destes.

6 de Junho de 2014

Quando a vida me sorri


Há uns dias, estava o Miguel no Brasil, liguei à minha mãe a chorar. Tinha saudades, estava irritada com coisas da escola, sentia-me exausta... enfim, um dia menos bom. E ela disse: "Porque choras?" Ora, choro porque sou mulher, choro porque também preciso de chorar, choro porque nem sempre consigo ver o lado bom das coisas. Faz parte, de vez em quando é preciso chorar, até porque chorar limpa a alma, renova as energias. E chorei... e depois passou.

4 de Junho de 2014

O regresso com uns folhadinhos e um convite

Finalmente um post com uma receita. Quase que parecia que este blogue tinha deixado de ter receitas e passado a ser somente um blogue de desabafos. Peço-vos desculpa por isso, mas realmente o tempo não me ajuda nem um bocadinho. O ano lectivo está a terminar e com isso as provas dos meus alunos também, o que implica uma atenção redobrada.

29 de Maio de 2014

Para ti, Maria.

Estas palavras são para ti, minha filha.


Hoje escrevo-te aqui, para que um dia possamos recordar as duas esta fase tão linda da nossa vida. Já 5 anos passaram desde que resolveste abençoar a minha vida. Um dia destes, recebi uma mensagem de uma amiga que me perguntou "A Maria foi a melhor coisa que te aconteceu?". Ora... nem há palavras suficientes para te dizer que sim, mil vezes sim. Não tenho capacidade de conseguir transmitir aqui por escrito o quanto é verdade que me fazes feliz, que me fazes sentir abençoada, que me trouxeste sentido à vida. A mim e ao teu pai.

Desde que nasceste, faz hoje 5 anos, que a nossa vida ganhou luz, cor, alegria. És uma menina muito especial. És minha filha e isso bastava para te amar profundamente e achar que és a pessoa mais especial do mundo, mas no fundo do meu coração, acredito que és diferente, que tens uma luz interior muito intensa, que tens uma estrela enorme no teu coração. És tudo o que eu alguma vez podia desejar, melhor ainda.

Hoje, com 5 anos, és uma menina muito inteligente. Conversas muito bem com os adultos. Adoras contar histórias e inventar umas quantas. Todos os dias ao final do dia, ao jantar, gostas de contar o teu dia e pedes que eu e o teu pai também te contemos como foi o nosso.

Adoras fazer puzzles, e já estamos em puzzles com 200 peças. Desenhas com uma imaginação incrível. Tens uma excelente capacidade de espaço, localização e percepção de plantas arquitectónicas (desde os 2 anos). Brincas imenso com bonecas e adoras fazer de conta em mil e uma histórias inventadas.
Brincas com os teus primos, gostas de jogar a wii.

És muito vaidosa, adoras tudo o que é piroso e brilhante.
A Elsa e a Anna do filme Frozen são as tuas bonecas preferidas. Já deliras com a Violetta, sabes as músicas todas de cor.
O teu maior desejo tem sido ir à Disney (quem sabe um dia!).
Danças ballet e andas na ginástica.

És uma companheira fantástica. Gostas de cozinhar comigo e passamos horas as duas enroladas em mantas no sofá a fazer miminhos uma à outra.

Tens uma relação com o teu pai que me deixa para lá de babada. Adoro ver-vos nos mimos, apertos, cócegas, carinhos e beijinhos. Gostei de saber um dia que lhe contaste um segredo, que desabafaste com ele e que não quiseste que eu soubesse. Sabes, Maria, o que eu quero mesmo é que possas confiar nos teus pais e já demonstras isso, quando nos contas as asneiras que fizeste na escola.

Acima de tudo és uma criança muito FELIZ e só isso basta-me para saber que eu e o teu pai estamos a fazer o percurso certo.
Obrigada, Maria, por me teres escolhido para tua mãe.

Amo-te profundamente.
Muitos parabéns.

Com todo o amor do mundo, que não cabe em palavras,
a tua mãe

27 de Maio de 2014

Uns desabafos

Há tempos na vida que são mais complicados que outros. Estou numa fase assim, a minha vida anda numa roda viva. Muita coisa a acontecer ao mesmo tempo e pouco tempo para me dedicar aos prazeres da vida (como o blogue).