20 de janeiro de 2014

Pesto de espinafres e pistácios

Como sabem sou formada em design gráfico. E ainda na universidade aprendi os 10 fundamentos/ princípios do bom design do Dieter Rams. O Dieter Rams é um designer industrial, foi o grande designer da Braun. O seu trabalho sempre primou por uma simplicidade incrível, sempre com o factor "wow" em todas as peças que desenvolvia. Foi dos principais responsáveis por alterar a cor dos electrodomésticos da cozinha para a cor laranja nos anos 70. Um dia perguntaram-lhe se ele achava se o design dele era um bom design e ele respondeu no que se tornou até aos dias de hoje como a lista dos 10 princípios fundamentais para a criação do bom design. Que são:

1. O bom design é inovador
2. O bom design faz um produto ser útil
3. O bom design é estético
4. O bom design ajuda a entender o produto
5. O bom design é discreto
6. O bom design é honesto
7. O bom design é durável
8. O bom design é meticuloso
9. O bom design é ambientalmente correto
10. O bom design é o menos design possível

Claro que nem todos os princípios se aplicam ao que tento fazer na minha cozinha, mas falo-vos destes princípios porque, para mim, o último rege a minha vida em quase tudo. O menos é mais. O simples é o melhor. Menos, mas melhor - porque se nos concentrarmo-nos nos aspectos essenciais, e os não carregarmos os produtos com detalhes não essenciais. É um retorno à pureza, retorno à simplicidade.
E aqui aplica-se a 100% à culinária. Usar os alimentos da época e deixá-los falar por eles próprios, permitirem ser o rei da festa. A junção de poucos ingredientes muitas vezes a explosão de sabor é incrível. Sentir o verdadeiro sabor dos alimentos é fundamental. (Experimentem fazer isso também na vossa vida. Sentir o beijo profundo sem esperar mais nada. Sentir o abraço e inspirar para sentir o perfume dos cabelos. Levar a(o) filha(o) à escola e saborear o momento simples em que ela(e) nos sorri e diz "bom dia mamã". O menos é mais... oh se é! Para mim, são estes pequenos momentos que me fazem dizer que sou muito feliz.)

E hoje trago-vos uma receita assim, em que o menos é mais e muito, muito mais.
Um pesto simples, fácil e hiper saboroso.

Este molho pesto não é o original. O original é de manjericão e pinhões. O molho pesto originalmente foi criado em Itália, mais especificamente em Ligúria, região onde o manjericão era muito abundante. Na época (sec. XIX) onde por falta de equipamentos tecnológicos era frequente esmagar os alimentos para fazer deles pastas e papas, começou-se a criar este molho para juntar às massas secas. O que perdura até hoje. Diz-se que para o molho pesto de manjericão não devemos usar o processador de alimentos (robot de cozinha) pois com a temperatura que as lâminas atingem o azeite cozinha o manjericão. Para isso, basta reduzir a velocidade do processador e já não atingimos temperaturas mais quentes.

Este que vos trago é uma das imensas variantes do molho pesto original. Eu adoro espinafres, pelo que este é dos meus favoritos. Para além de tudo o que é fundamental em qualquer receita é a qualidade dos produtos que usamos. Por isso aconselho a um bom molho de espinafres, de preferência biológicos. Dentes de alho bem perfumados, um excelente parmesão. E, por fim, um azeite de qualidade. Eu hoje usei a garrafa de azeite que um querido amigo me ofereceu no Natal. É um azeite produzido por ele e é realmente, delicioso. Acompanhei o processo dele, desde a ideia até à produção final. E gosto de tudo, do nome, do logótipo e, claro, do azeite. É delicioso. Vejam aqui: www.casadoruco.pt.

Pesto de espinafres e pistácios
(receita adaptada de Mon Cours de Cuisine / Les Basiques)

Ingredientes:

200g de espinafres
75g de azeite extra virgem
2 dentes de alho
1 c. de chá de sal
2 c. de sopa de pistácios
25g de parmesão ralado

Preparação:

Coloque tudo num processador de alimentos ou robot de cozinha em velocidade média, de forma a que triture tudo, mas sem aquecer.
Na bimby programe (20seg/vel4,5).

Qualquer molho pesto combina super bem com massas. 
Basta cozer a massa e no final colocar 2 colher de sobremesa de pesto na massa. Mexer bem e devorar... hummm Simples, mas tão bom!!!!


20 comentários:

Mariana Teixeira disse...

Um pesto com uma combinação maravilhosa!

Mum's the boss disse...

és mesmo muito muito boa! Adorei e este post resumo-te muito bem! :) Obrigada pela partilha!

basta cheio disse...

Que aspecto delicioso!!!
Adoro pesto mas na realidade não uso tanto quanto gostaria!
Receita a guardar e executar ;)

Bjinhos
Susana

Ondina Maria disse...

Adoro pestos! Rúcula e avelã é dos meus preferidos, mas o de beterraba e nozes também me rouba o coração. Por vezes uso parmesão mas confesso que o queijo da ilha é o meu predilecto. Acho que os pestos ficam mais aportuguesados :)
Já fiz de espinafres e pecan e resultou muito bem, mas agora que vi a tua sugestão dos pistácios já nem consigo pensar noutra coisa! Esta semana vamos ter pesto cá em casa (lá vou eu alterar o menu da semana LOL)

Petiscos e Miminhos disse...

não conhecia essa lista nem tão pouco o senhor (já deu para perceber que não sou designer) mas como consumidora concordo com todos :))
para mim na cozinha less is more como esta tua receita de pesto de deve ser uma maravilha!

Luisa Alexandra disse...

Ficou com uma cor tão linda!

Ana Rita disse...

Esta combinação não conhecia mas aposto que será tão boa como a original.Eu adoro pesto e costumo fazer de rúcula com nozes mas a ideia dos pistachios é uma que vou copiar!!!
Bjoka
Rita

Filipa Dourado Ribeiro disse...

Adoro pesto mas cada vez te adoro mais :)
Adoro ler-te!!! Sabe tão bem!!! E depois para além da bela leitura temos o direito a imagens fantásticas. Só me fazes bem :)
As coisas simples é o que mais gosto.

Já te disse que te adoro?!!!

Rute Jacinto disse...

Olá Maria João, não conhecia esta lista, apesar de estar ligada ao design, de certa forma. Também concordo com a importância das pequenas coisas, dos pequenos e tão maravilhosos momentos.
Quanto ao pesto, adorei. Gosto muito de pesto, o teu ficou com uma cor e um aspecto fabuloso!
Bjinhos

João Costa disse...

Tem um óptimo aspecto e não vai passar deste fim de semana sem experimentar, desculpa a ignorância, mas este pesto pode ficar guardado no frigorifico quanto tempo ?

Maria João Clavel disse...

Olá João,

Num frasco hermeticamente fechado aguenta 1 semana. Usando este tipo de frascos que tenho na imagem aguenta mesmo bem. :)

Maria João Clavel disse...

Ahh, mas sempre no frigorífico como disseste e bem.

Minutos com os tachos disse...

Sou um fã destas cores, sabores e cheiros! Big like! :)

Lia Teixeira disse...

Olá Ma João,
Sim, o menos é mais e a simplicidade e as coisas simples são o melhor da vida e é por isso que que o mais balança o menos e assim obtemos o equilíbrio.
Adoro pesto e como sabes, há imensas variedades de pesto, mesmo em Itália, dependendo da zona, o pesto é feito com produtos diferentes e ainda hoje vi um apetitoso pesto de couve portuguesa no blogue da outra Ma João. Para o pesto, a imaginação é o limite e este teu pesto, verde, vibrante e lindo e confeccionado com esse azeite tão especial, só pode ser divino!
Beijinhos,
Lia.

Inês Ginja disse...

Eu adoro pesto!!
E sim, os sabores simples, as pequenas coisas aqui combinam na perfeição, num molho perfumado e perfeito :)
Adoro de espinafres e de agrião. E o de beterraba, acho que é o meu preferido.
Coze-se uma massa e está feito! Less is more e eu concordo.
Adoro as fotos. Um beijinho.

Mª João - Ponto de Rebuçado Receitas disse...

Uma das minhas perdições são os pestos... de tudo... e em tudo! E este está maravilhoso, com pistachios, que lhe devem dar um sabor fantástico!
Beijinhos

Susana Gomes disse...

Das coisas que nunca falta cá em casa e que vai bem com tudo! Só não ponho no arroz doce, ahahah :) Como os pinhões são tão caros, fui experimentando com outros frutos secos, depois com outras folhas, outros queijos e quando dou por mim, sai pesto de tudo e mais alguma coisa. E não é que sabe sempre bem?
Um beijinho.

Marmita disse...

Dizia que não gostava de pesto até perceber que pesto não é só de manjericão. Gostei da tua versão que é bem mais barata e deve ter um sabor fantástico, os pinhões estão pela hora da morte! beijos amei as cores

Papinha Doce disse...

Parece-me uma sugestão bem interessante. Bjs

Ana Teles | Telita disse...

Que delícia! Adoro o pesto tradicional e até experimentei pesto de menta mas de espinafres e, ainda por cima, com pistáchios deve ser absolutamente delicioso. Vou guardar a receita.

Enviar um comentário