Mostrar mensagens com a etiqueta bolo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta bolo. Mostrar todas as mensagens

26 de fevereiro de 2017

Tempo de qualidade {Bolo de amêndoa e curd de kumquat - com vídeo}

Nos últimos tempos muitas situações menos positivas têm acontecido. O valor da vida impõe-se grande e forte. A necessidade de me envolver em ninho com as minhas filhas torna-se cada vez mais gigante e a importância de vivermos uma vida o mais felizes possível também.

É com estes pensamentos que me têm assolado ultimamente que também me tenho forçado a estar mais tempo de qualidade com as minhas filhas e estar, também com os meus amigos e amigas. Termos tempo para nós mesmas, e não estivermos bem, como poderemos fazer com que os nossos filhos estejam bem e quem nos rodeia?

Desde o início deste ano tomei algumas decisões. Todas as semanas, eu e o meu marido saímos para jantar. Só nós os dois. Estamos a fazer uma foodtrip pelos restaurantes do Porto e tem sido uma viagem incrível pelo mundo gastronómico. Para além disso, uma das outras decisões passa por estar mais vezes só com os meus amigos e amigas.

Este foi um desses dias, em que nos juntamos à volta de uma mesa para saborear um bolo inspirado no livro da minha querida amiga Teresa do Lume Brando, do livro dela "Estava Tudo Ótimo". E estava mesmo, tudo maravilhoso. Este bolo é delicioso, sente-se o crocante das amêndoas e o azeite confere-lhe uma textura mais acetinada. Delicioso, é o que vos garanto.


Bolo de amêndoa, azeite e limão
(Eu dupliquei a receita)

Ingredientes para o Bolo

3 ovos
100g de açúcar
60g de farinha de amêndoa
50g de farinha sem fermento
25g de azeite suave
5g de fermento
Raspa de 1/2 limão

Ingredientes para Curd de Kumquat*

100ml de sumo de kumquat
60g de manteiga
6 kumquats fatiados finamente
2 ovos
150g de açúcar

Preparação do Bolo

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte a forma com óleo em spray ou com manteiga e farinha.
Numa taça bata os ovos com o açúcar e o azeite.
Junte as farinhas e o fermento, envolva bem sem bater demasiado e verta na forma.
leve a cozer durante 25 a 30minutos (faça o teste do palito, se o palito estiver seco o bolo já está cozido).

Preparação do Curd 

Coloque os ovos, o açúcar e o sumo dos kumquats num tachinho. mexa bem e leve a fogo médio.
Enquanto aqueça mexa sempre até engrossar. Quando engrossar retire do lume e junte os kumquats fatiados. mexa bem. nesse momento envolva a manteiga e volta a mexer até a manteiga derreter.
pode colocar num frasco hermético para guardar. Neste caso serviu como topping do bolo e ficou divinal.

* Podem saber um bocadinho mais acerca do kumquat aqui neste post já com 2 anos! ;)

E como já tem sido hábito, aqui fica o vídeo de como fazer curd de kumquat. Espero que gostem! :)

20 de dezembro de 2015

Carta à minha Margarida {e um bolo de laranja e limão}

Querida Margarida,

Escrevo-te estas linhas com um dia de atraso.
Ontem fez um ano que recebia o meu segundo maior presente. Vieste iluminar as nossas vidas, a nossa casa. Vieste trazer mais alegria, paixão e amor. O nosso lar ficou ainda mais quente, mais vivo. 

A tua chegada trouxe à tua irmã o sentimento de amor profundo, a noção de partilha, de compaixão e cumplicidade. Quando vos olho, quando vos vejo juntas, o meu coração enche-se de paz e alegria. 

Tens muita sorte, Margarida, porque tens a melhor irmã do mundo. A Maria ama-te com toda a força do seu ser. Está sempre preocupada com o teu bem estar, não se importa que tu lhe estragues os brinquedos porque diz "mamã, ela ainda não percebe!" Está sempre atenta a todas as tuas necessidades e quando te vê chorar fica mais aflita que tu. 

Com um ano tu és uma bebé super divertida, muito simpática, feliz. Adoras cantar e dançar. Gatinhas pela casa inteira, não gostas de andar de vestido porque te prende os movimentos, estragas as roupas todas e adoras bater com coisas. És forte e bruta! Adoras destruir alguma coisa, vê-se no teu olhar a enorme felicidade que isso te traz. E nós sabemos, que vais ser "osso duro de roer". Mas és a mais alegre de todos nós, a mais simpática e sorridente. Eu e o teu pai sentimos que tu vais ajudar a tua irmã a ser menos tímida, e já nos divertimos imenso contigo, nós os 4 juntos já somos imparáveis.

Agora sinto que temos a família completa. 
Obrigada Margarida por estares aqui connosco.
Amamos-te profundamente!

28 de junho de 2015

O grande dia da inauguração da Clavel's Kitchen

Na passada quinta.feira, dia 26 de Junho foi o dia em que oficializei a abertura da minha cozinha Clavel's Kitchen. É uma cozinha totalmente equipada e preparada para workshops/laboratórios/cursos de culinária. Mas este espaço é muito mais do que uma cozinha, aqui contam-se histórias, aqui partilham-se momentos. Pensada de raiz para que seja um sucesso, cheia de luz e boas energias. Aqui almejo grandes momentos e muitas partilhas. 

4 de maio de 2015

Bolo da Prima {Molotof de Caramelo} - Receita da Avó Lurdes

As apresentações dispensam-se, quem me segue já conhece bem a Avó Lurdes, o seu jeito imenso para a cozinha e o seu enorme coração. Acredito piamente que o coração de uma boa cozinheira tem de ser grande, pois sem amor nada na cozinha funciona. Para mim a cozinha é amor, e a Avó Lurdes é a personificação disso tudo.

2 de abril de 2015

Bolo de café com manteiga de amendoim para o meu aniversário

Hoje é um dia feliz, hoje é um bom dia. Gosto sempre de celebrar o meu aniversário, mas mais ainda com as pessoas que mais amo. E este ano tenho mais uma pessoa a meu lado, mais um amor imenso, mais alguém por quem o meu coração rebenta de ternura.

17 de março de 2015

O baptizado e um bolo de citrinos

Este fim-de-semana celebramos o baptizado na nossa mini2, a nossa Margarida. Foi uma cerimónia linda, muito emotiva e com as pessoas que nos são mais queridas. Temos uma família grande e é difícil conseguirmos juntar todos, por isso estes eventos são maravilhosos para conseguirmos isso.

25 de fevereiro de 2015

Hoje agradeço...

Este ano começamos com um projecto em família: fazer um livro dos agradecimentos. E o que é isso ao certo? É um livro, onde todos os dias à hora do jantar eu, o Miguel e a Maria dizemos 3 coisas pelas quais estamos hoje agradecidos. Foi sempre um exercício que a minha mãe fazia connosco. Não em forma de livro, mas sempre nos tentou mostrar as coisas boas da vida, desde uma simples flor que floresce, até ao facto de termos uma casa para viver, comida na mesa, saúde para viver e forças para trabalhar.

14 de fevereiro de 2015

Bolo de kumquat na Clavel's Kitchen

Hoje consegui, finalmente, fotografar uma receita na minha Clavel's Kitchen. A cozinha está linda, cada vez mais. Não vejo a hora de a inaugurar. Ainda estou a finalizar alguns pormenores na decoração, que têm ficado um pouco mais atrasadas pois uma recém-mamã tem as suas horas muito apertadinhas.

21 de janeiro de 2015

Bolo de chocolate com kumquat caramelizado

Desde que mudei de casa que coloquei num canteiro árvores de citrinos: limoeiro, limeira, tangerineira, laranjeira e um kumquat. Todas as árvores estão a começar a dar frutos, mas o kumquat é inacreditável. Está carregadinho de frutos. E mal o vi assim percebi que tinha de começar a pensar em receitas para fazer com eles.

12 de dezembro de 2014

Um tronco de chocolate com um giveaway

Olá! Afinal ainda por cá ando. Apesar de muito pesada, quase a rebolar pela cozinha não podia deixar de fazer esta receita para vocês e dar-vos a oportunidade de vos oferecer esta maravilhosa forma de bolo em forma de tronco. Excelente para esta época, os vossos troncos de natal vão fazer um sucesso.

11 de setembro de 2014

O [difícil] regresso à escola com um bolo de beterraba

Com muitas mudanças a acontecerem nesta altura, os dias têm sido complicados. Começamos novo ano lectivo, e como professora a incerteza é sempre uma constante nesta época; fico, não fico? É sempre a mesma coisa. As incertezas e inseguranças por mais que queira tornam-se num bichinho roedor da minha tranquilidade.

4 de agosto de 2014

A paixão na criatividade e um bolo com a fruta da paixão

Já algum tempo andava para vos mostrar um projecto maravilhoso. Encontrei-o no meio das minhas pesquisas na área do design. Como sabem sou designer de comunicação de formação e a procura constante de novas tipografias é algo que nunca se perde. A escolha da tipografia certa num trabalho faz mais de metade do próprio trabalho.

18 de maio de 2014

Vamos fazer um bolo?

Quando recebi o convite da Vaqueiro, com um cabaz fantástico para celebrar em conjunto convosco o World Baking Day fiquei muito feliz. Gosto muito de fazer um bolinho para o fim-de-semana, especialmente se o passo em conjunto com todos os meus sobrinhos. Começa a fazer parte de uma rotina que estou a criar, fazer-lhes um bolinho para o lanche, nos fins-de-semana que cá estão. E ouvir: "os teus bolos são os melhores do mundo, tia João" deixa-me para lá de vaidosa, para mim não há melhor elogio do que vindo directamente de crianças.

3 de maio de 2014

"Micos Lecos Tecos Pecos da Bá"

É difícil transmitir em palavras a emoção e amor que sinto pela minha mãe. Quem me segue sabe bem a quantidade de vezes que já falei dela e o quanto é importante na minha vida. O quanto está presente, o quanto é amiga, o quanto me apoia, o quanto me ama... Mas talvez não seja importante escrever grandes palavras de amor, até porque felizmente temos o hábito de dizer frequentemente o quanto nos amamos. Hoje vou fazer um testemunho um pouco diferente, hoje vou recordar momentos cómicos. Perdoem-me quem achar que este post é demasiado "parvo", mas honestamente, para mim o amor tem de ser "parvo" para ser verdadeiro. :)

28 de abril de 2014

Bolo de coco e limão

A minha Miss White não tem descansado. Já fiz 3 bolos, uma pavlova, um souflé de peixe... enfim, tem trabalhado diariamente e sempre que a vejo trabalhar fico deliciada. Os bolos ficam altos e fofos e, eu ando um pouco louca com a máquina.

2 de abril de 2014

Um dia repleto de coisas boas e importantes

Hoje é um dia especial. Especial por 3 motivos.

Em primeiro lugar faço anos. E esta data faz-me sempre bem. Não sinto o peso da idade sempre que renovo um ciclo, sinto mais a força e felicidade que tenho sentido ao longo dos meus 32 anos de vida.
Sinto-me verdadeiramente abençoada. Tenho tudo o que poderia querer para ser feliz. E não digo isto só para ficar bonito, para tornar a minha vida mais cor-de-rosa (até porque nem sou muito de cor-de-rosa... eheheh), mas sim porque o sinto verdadeiramente.

2 de março de 2014

Este nem o Ambrósio resistia...

Estamos em época festiva. As cidades, vilas e aldeias vestem-se a rigor para a festa do disfarce e da folia. "No carnaval ninguém leva a mal!" E será que "no carnaval podemos comer mal?" Eheheh "Mal" no sentido de menos saudável, mas bommmm, mesmo bom, de perder a cabeça.

20 de janeiro de 2014

Bolo de tangerina

Hoje trago-vos um bolo leve, fresco e muito aromático. Recebi de presente da minha querida mana Sara um saco cheio de tangerinas deliciosas. Apesar de comer bastante fruta ao pequeno-almoço e a minha filha gostar de praticamente todas as frutas, mesmo assim se não fizesse nada com as tangerinas seria difícil dar cabo daquele saco. Eu gosto de praticamente tudo que leva tangerina. Adoro, por exemplo curd de tangerina (ía fazê-lo... mas não tinha manteiga), amo sorvete de tangerina, no verão é o gelado que mais devoro, mas também adoro bolo de tangerina. E hoje fiz um, totalmente de raiz, sem seguir nenhuma receita. Levada pela Anya Marina lá fui dançando e criando este bolo, que modéstia à parte, ficou delicioso.

Usei neste bolo a farinha da nacional e fez-me recordar o workshop de Bolos Reais com o Chefe António Figueiredo a que fui convidada pela própria marca. Foi nos workshops Pop-up, um espaço muito engraçado no Porto para workshops de culinária e não só. O chef fez várias receitas, mas o bolo rei de chocolate foi o rei da festa. Todas nós devoramos o bolo rei. Será um dia para tentar reproduzir em casa. Mas o que vos trago é um bolo mais fresco, a chamar a primavera.


Este é um bolo simples, que fica baixo mas fofo. Não fotografei o interior porque levei para casa da minha sogra. Mas estava fofinho, com a humidade pretendida... humm... mesmo bom. Acompanhado com um chá de limonete é o lanche perfeito. No final polvilhado com o açúcar em pó fica mesmo com aquele aspecto super delicioso.

Bolo de tangerina

Ingredientes:

Sumo de 6 tangerinas
Raspa de 4 tangerinas
1 pitada de sal
4/6 gotas de limão
1 e 1/2 chávena de açúcar amarelo
2 chávenas de farinha sem fermento da nacional
1/2 chávena de óleo de amêndoa
1 saqueta de fermento de padeiro
4 ovos

Ingredientes da cobertura:

200ml de natas
1 c. de sopa de açúcar
1/2 chávena de frutos vermelhos
2 tangerinas
Açúcar em pó para decorar

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Bata as claras em castelo, junte o sal e as gotas de limão (se bater na bimby, com a borboleta, programe 4mins/vel 3,5). Reserve. Bata as gemas com o açúcar até ficar uma massa esbranquiçada (na bimby sem a borboleta 2mins/vel3). Junte a raspa e o sumo das tangerinas e o óleo de amêndoa. Bata tudo muito bem, até ficar bem batido (na bimby programe 1min/vel3,5). Junte a farinha e o fermento e envolva bem, sem bater demasiado para não abater (na bimby 15seg/vel3,5). No final envolva as claras em castelo com a ajuda de uma vara de arames.
Coloque numa forma previamente untada e leve ao forno durante 30 minutos (sensivelmente) ou até o teste do palito sair seco.

Preparação da cobertura:

Bata as natas bem frias (eu nunca uso a bimby para fazer chantilli, nunca me sai bem... e sei os truques todos, mas não vale a pena) até montarem. Junte o açúcar e volte a bater para que fique unido.

Quando o bolo sair do forno e tiver arrefecido por completo cubra-o com o chantilli. Decore com os gomos da tangerina pelados e os frutos vermelhos. Decore com umas folhas da tangerina e peneire açúcar em pó.




6 de agosto de 2013

Bolo de chá verde matcha e gengibre


Quem tem amigos tem tudo!!! Na semana passada fui almoçar ao meu restaurante de sushi preferido (MIZU), é aqui na Maia e a chef é minha amiga. Em conversas anteriores com ela, e ao gabar-lhe o tiramissú de chá verde que ela serve lá perguntei-lhe onde podia comprar aquele maravilhoso chá. Ela explicou-me que há muitas poucas marcas aqui no Porto e que aquele que ela compra directamente do fornecedor só consegue embalagens de 5 kgs. Bem... para além de me ficar muito caro, não sabia o que fazer com 5kgs de chá verde matcha... eheheh Então, tão amorosa, estava lá eu a almoçar e ela apareceu-me com uma embalagem com um pouco de chá, para e poder experimentar! :) Que maravilha!!!
Esta foi a minha experiência, a próxima será talvez um gelado, ou até mesmo um bombom... ainda não sei. Ainda tenho um pedaço e quero fazer várias experiências.

Obrigada Nair, por este pedacinho de possibilidade de criar!

Bolo de chá verde matcha e gengibre

Ingredientes:

5 ovos
1 e 1/2 chávena de chá de açúcar
2 chávenas de chá de farinha
1 c. de sobremesa de fermento em pó
1/2 chávena de chá de óleo de amendoim
1 c. de sobremesa de chá verde
1 c. de chá de gengibre
Avelãs q.b.

Preparação bimby:

Pré-aqueça o forno a 180ºC sem ventoinha.
Coloque as avelãs de molho, para ser mais simples retirar a pele.

Coloque os ovos e o açúcar no copo e introduza a borboleta. Programe 4min/vel. 3,5.
Retire a borboleta e coloque o chá verde, o gengibre e o óleo. Programe 2min/vel. 3,5.
Coloque a farinha e o fermento e programe 10seg/vel. 3.
Se a farinha não ficar bem envolvida envolva com a ajuda da espátula.
Unte uma forma com manteiga e farinha e leve ao forno até o teste do palito sair seco.

No final polvilhe com açúcar em pó e chá verde.
Retire as peles das avelãs e pique-as e decore o bolo.

Preparação tradicional:

Pré-aqueça o forno a 180ºC sem ventoinha.
Coloque as avelãs de molho, para ser mais simples retirar a pele.

Coloque os ovos e o açúcar numa batedeira e bata até ficar uma massa espumosa.
Coloque o chá verde, o gengibre e o óleo e bata até envolver bem.
Coloque a farinha e o fermento envolva com a ajuda de uma espátula.
Unte uma forma com manteiga e farinha e leve ao forno até o teste do palito sair seco.

No final polvilhe com açúcar em pó e chá verde.
Retire as peles das avelãs e pique-as e decore o bolo.

1 de agosto de 2013

Bolo de cenoura e canela


De há uns tempos para cá que me atrevo a fazer bolos sem seguir receitas, algo que era impensável para mim. Até agora das 3 experiências que fiz todas correram bem, o que me dá um enorme ânimo para continuar. Sinto um orgulho enorme, pois antigamente era onde me sentia mais fraca na cozinha, era nos doces, mas hoje já não é bem assim, cada vez ando mais à vontade, cada vez é mais a minha casa.
Ontem fiz este bolo de cenoura e canela, é muito rápido, fácil e ficou delicioso.

Bolo de cenoura e canela 

Ingredientes:

4 ovos
6 cenouras
1 e 1/2 chávena* de açúcar
2 chávenas de farinha
1/2 chávena de óleo de amendoim
1 c. de sobremesa de fermento
1 c. de sobremesa de canela

Preparação tradicional:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Descasque e rale as cenouras com a ajuda de um robot de cozinha utilizando três golpadas no turbo. Reserve as cenouras.
Numa batedeira coloque os ovos e o açúcar e bata até ficar uma massa branca. 
Junte o óleo, a canela e as cenouras e bata bem durante 2 minutos. Junte a farinha e o fermento envolvendo.
Unte uma forma com manteiga e farinha e leve ao forno aproximadamente 30 minutos ou faça o teste do palito.

Preparação bimby:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Descasque e rale as cenouras coloque no copo da bimby e dê três golpadas no turbo. Reserve as cenouras.
No copo coloque a borboleta e junte os ovos e o açúcar. Programe 2 min/vel 3,5.
Retire a borboleta e junte o óleo, a canela e as cenouras e programe 2 min/vel3,5. 
Junte a farinha e o fermento e programe 10seg/vel. 3,5.
Unte uma forma com manteiga e farinha e leve ao forno aproximadamente 30 minutos ou faça o teste do palito.

*Usei as medidas de chávenas de chá próprias para culinária.