Mostrar mensagens com a etiqueta chineses. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta chineses. Mostrar todas as mensagens

11 de fevereiro de 2017

Contigo transformo o mundo {bolinhos da sorte - com vídeo!}

Falar sobre amor é sempre piroso, já dizia Fernando Pessoa que "Todas as cartas de amor são
Ridículas. / Não seriam cartas de amor se não fossem / Ridículas." E no fundo, o amor falado resume-se a isso, a uma pitada de ridículo e lamechas que nesta altura do ano torna a blogosfera bem cor-de-rosa e cheia de flores. Eu não poderia ser excepção! :)

Hoje falo-vos de um amor mais denso, deixando de fora a paixão e a loucura do início da relação. Hoje trago-vos uma reflexão daquilo que considero que possa fazer parte de um amor intenso, de uma relação duradoura e profunda. Aquela relação que passa pelo nascimento de filhos, pela intimidade intensa de momentos nada agradáveis, a relação que atura os defeitos todos de uma outra pessoa mas que continua a encontrar todos os dias os motivos pelos quais se apaixonou.