Mostrar mensagens com a etiqueta doces. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta doces. Mostrar todas as mensagens

8 de março de 2017

Camélias em bolacha {Porto, Cidade das Camélias - PortoLazer}

Pelo terceiro ano consecutivo o Porto volta a transformar-se na Cidade das Camélias. Aquela que é conhecida pela flor do inverno volta a florir o porto em festividades. E eu, pela segunda vez, vou estar presente nesta que é uma festas mais bonitas da cidade do Porto. Estarei eu e a Teresa a dar um workshop dedicado a crianças e graúdos de como transformar bolachas em camélias comestíveis.

Num ambiente descontraído e rodeadas pelos belíssimos jardins de Serralves, estaremos dia 11 de Março, das 11h às 12h. Podem ver o programa completo aqui. o workshop é gratuito, mas obrigada a inscrição prévia, que podem fazer através deste email.

Contamos convosco? :)

Camélias em bolacha

Ingredientes:

250g de farinha
120g de manteiga
120g de açúcar

1 ovo
1⁄2 colher de chá de aroma de baunilha
1⁄2 colher de chá de fermento em pó

1⁄2 colher de chá de sal

[Para o buttercream]

150g de açúcar
120g de claras (aproximadamente 3 claras)
1 pitada de sal
250g de manteiga (temperatura ambiente)
Corantes alimentares a gosto

[Para o glacé]

125g de açúcar em pó
1 colher de sopa de leite
Corantes alimentares a gosto

Preparação:

Pré­-aqueça o forno a 180ºC.

Numa taça, bata o açúcar com a manteiga até obter um creme esbranquiçado.

Junte o ovo e o aroma de baunilha e bata mais um pouco. 
Junte a farinha, o fermento e o sal e bata em velocidade baixa até ficar tudo incorporado.
Embrulhe a massa em película aderente e leve ao frigorífico durante pelo menos 1 hora.
Coloque a massa numa superfície enfarinhada e estique com a ajuda de um rolo da massa.
 Corte a massa com cortadores em forma de flor.
Transfira para um tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao forno durante cerca de 10 minutos (atenção para não queimar!).
Assim que estiverem prontas, coloque as bolachinhas numa rede de arrefecimento até arrefecerem completamente.

Para o buttercream, coloque o açúcar, o sal e as claras numa taça. Mexendo sempre, deixe o açúcar derreter em banho-maria (confira com a ponta dos dedos que está totalmente derretido).
Bata a mistura numa batedeira em velocidade alta até se formarem picos firmes.
Assim que a taça estiver totalmente arrefecida, adicione a manteiga aos poucos. (Para ajudar a acelerar o processo, coloque um pano húmido em volta da taça). Continue sempre a bater, até obter um creme liso e brilhante.
Divida em várias tacinhas e junte aos poucos, pequenas gotas de corantes de várias cores.

Para o glacé, misture numa tacinha o açúcar em pó com o leite até obter uma consistência bem espessa. Se necessário, adicione mais açúcar ou mais leite para obter a consistência desejada. Junte um bocadinho de corante e transfira o glacé para um saco de pasteleiro pequeno. Faça um corte muito pequeno na ponta do saco.

Cubra as bolachinhas com o buttercream e decore com o glacé.



26 de fevereiro de 2017

Tempo de qualidade {Bolo de amêndoa e curd de kumquat - com vídeo}

Nos últimos tempos muitas situações menos positivas têm acontecido. O valor da vida impõe-se grande e forte. A necessidade de me envolver em ninho com as minhas filhas torna-se cada vez mais gigante e a importância de vivermos uma vida o mais felizes possível também.

É com estes pensamentos que me têm assolado ultimamente que também me tenho forçado a estar mais tempo de qualidade com as minhas filhas e estar, também com os meus amigos e amigas. Termos tempo para nós mesmas, e não estivermos bem, como poderemos fazer com que os nossos filhos estejam bem e quem nos rodeia?

Desde o início deste ano tomei algumas decisões. Todas as semanas, eu e o meu marido saímos para jantar. Só nós os dois. Estamos a fazer uma foodtrip pelos restaurantes do Porto e tem sido uma viagem incrível pelo mundo gastronómico. Para além disso, uma das outras decisões passa por estar mais vezes só com os meus amigos e amigas.

Este foi um desses dias, em que nos juntamos à volta de uma mesa para saborear um bolo inspirado no livro da minha querida amiga Teresa do Lume Brando, do livro dela "Estava Tudo Ótimo". E estava mesmo, tudo maravilhoso. Este bolo é delicioso, sente-se o crocante das amêndoas e o azeite confere-lhe uma textura mais acetinada. Delicioso, é o que vos garanto.


Bolo de amêndoa, azeite e limão
(Eu dupliquei a receita)

Ingredientes para o Bolo

3 ovos
100g de açúcar
60g de farinha de amêndoa
50g de farinha sem fermento
25g de azeite suave
5g de fermento
Raspa de 1/2 limão

Ingredientes para Curd de Kumquat*

100ml de sumo de kumquat
60g de manteiga
6 kumquats fatiados finamente
2 ovos
150g de açúcar

Preparação do Bolo

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte a forma com óleo em spray ou com manteiga e farinha.
Numa taça bata os ovos com o açúcar e o azeite.
Junte as farinhas e o fermento, envolva bem sem bater demasiado e verta na forma.
leve a cozer durante 25 a 30minutos (faça o teste do palito, se o palito estiver seco o bolo já está cozido).

Preparação do Curd 

Coloque os ovos, o açúcar e o sumo dos kumquats num tachinho. mexa bem e leve a fogo médio.
Enquanto aqueça mexa sempre até engrossar. Quando engrossar retire do lume e junte os kumquats fatiados. mexa bem. nesse momento envolva a manteiga e volta a mexer até a manteiga derreter.
pode colocar num frasco hermético para guardar. Neste caso serviu como topping do bolo e ficou divinal.

* Podem saber um bocadinho mais acerca do kumquat aqui neste post já com 2 anos! ;)

E como já tem sido hábito, aqui fica o vídeo de como fazer curd de kumquat. Espero que gostem! :)

11 de fevereiro de 2017

Contigo transformo o mundo {bolinhos da sorte - com vídeo!}

Falar sobre amor é sempre piroso, já dizia Fernando Pessoa que "Todas as cartas de amor são
Ridículas. / Não seriam cartas de amor se não fossem / Ridículas." E no fundo, o amor falado resume-se a isso, a uma pitada de ridículo e lamechas que nesta altura do ano torna a blogosfera bem cor-de-rosa e cheia de flores. Eu não poderia ser excepção! :)

Hoje falo-vos de um amor mais denso, deixando de fora a paixão e a loucura do início da relação. Hoje trago-vos uma reflexão daquilo que considero que possa fazer parte de um amor intenso, de uma relação duradoura e profunda. Aquela relação que passa pelo nascimento de filhos, pela intimidade intensa de momentos nada agradáveis, a relação que atura os defeitos todos de uma outra pessoa mas que continua a encontrar todos os dias os motivos pelos quais se apaixonou.

14 de novembro de 2016

Comida de conforto {Cevadotto de abóbora e castanhas + mousse de chocolate e castanhas}







Estamos em época das castanhas, da abóbora, das comidas reconfortantes, quentes e familiares.
Aqui por casa adoramos este género de comida; a comida de conforto, as refeições em que juntamos toda a gente, família e amigos, à volta de uma mesa, com as crianças a correr à volta da mesa. Esta confusão que se gira à nossa volta é o que nos faz feliz, casa cheia, barulho e tudo desarrumado!

Sempre gostei de ter a casa cheia, agora com a mudança para a casa nova ajuda a que a festa se torne ainda maior. Uma sala grande, uma cozinha luminosa aberta para a sala convida a este tipo de convívio. E, por isso mesmo, não podia deixar de levar uma receita destas ao Porto Canal no dia de S. Martinho, na passada sexta-feira.

Para terminar em grande não podia deixar de fazer uma sobremesa tão reconfortante como este cevadotto. Uma mousse de chocolate e castanhas. Há lá coisa melhor?

27 de julho de 2016

A saúde da alma {Crocante de amendoim com chocolate}

Muito se fala de alimentação saudável. Dos perigos do açúcar, do sal, das gorduras, dos peixes, das carnes, das hormonas, etc…

Nunca em altura alguma se falou tanto de uma alimentação saudável, e ainda bem! Mas como em tudo na vida é importante encontrar o equilíbrio, o razoável, a calma e a tranquilidade. Sempre me assustou quando as pessoas aderem a fundamentalismos, a fanatismos e se tornam obsessivas e obcecadas. Quando passam a viver só para a leitura dos rótulos, do medo pela farinha de trigo, pelo glúten, pelo açúcar começam a assustar-me. Vejo tanta gente à minha volta assim, de tal forma que dizer que comi um arroz de marisco é quase um pecado, pois, imaginem só, era com arroz branco! Desculpem-me, meus queridos, acabei de pecar.

8 de março de 2016

A força da mulher {semi-frio de cereja e amêndoa}

Neste dia 8 de Março celebra-se o dia Internacional da Mulher. Há a teoria de que não é necessário um dia para celebrar o facto de sermos mulheres. Eu não sou da mesma opinião. Este dia surgiu após a revolução histórica de 130 operárias em Nova Iorque, no dia 8 de março de 1908, que se manisfestaram contra o facto de serem muito mais mal pagas que os homens. Estas mulheres foram assassinadas com um incêndio na mesma fábrica. Morreram as 130 mulheres. Ainda hoje, se sente uma diferença e uma descriminação em muitos sectores em que, nós mulheres, somos muito prejudicadas em relação aos homens. E, está nas nossas mãos, conseguirmos vencer esta discriminação. Lutando sempre a favor dos nossos direitos. Eu gosto de pensar que aquelas mulheres não morreram em vão. Que elas são um símbolo de força e de união. Não acredito que devamos ser iguais aos homens, porque definitivamente não o somos, mas acredito e defendo que temos o dever e a obrigação de termos as mesmas oportunidades que eles.

30 de dezembro de 2015

sê a pessoa da tua vida! {Panacotta de Espumante}

O novo ano aproxima-se e com ele surgem sempre as resoluções de novo ano. Temos sempre mil listas, mil ideias para pôr em prática. A renovação faz-nos sempre acreditar que “agora é que vai ser!”, agora vou reorganizar toda a minha vida e pôr em prática tudo aquilo que defendo e que nunca consigo cumprir. São sempre listas importantes e o repensar do nosso dia-a-dia é um exercício que deveríamos fazer mais vezes.

26 de setembro de 2015

Cheesecake fingido de melão e uma festa de arromba {Continente}

Tive a honra e o imenso orgulho de ser uma das madrinhas da Grande Festa do Continente aqui no Parque da Cidade, no Porto, no passado sábado dia 19 de setembro.  

300 mil pessoas participaram na Festa Continente. O evento convidou os portugueses a entrarem num verdadeiro parque temático, repleto de animação, música, sabores e cor, num dia perfeito para estar em família e ficar a conhecer o que de melhor se produz no nosso país. 

8 de setembro de 2015

Gelado de banana e amendoim e workshops de babar

Como todos devem saber, a Clavel's Kitchen, está a bombar. :) Temos tido muitos workshops e têm sido um sucesso. Já temos tido repetições e mesmo assim enchemos a casa. Um dos casos de sucesso são os workshops de gelados da Rita Nascimento, chef responsável pelo fabuloso canal de youtube La Dolce Rita e escritora do livro "A vida secreta dos gelados caseiros".

16 de julho de 2015

Gelados de mirtilo e leite evaporado - Nestlé

Cá em casa todos adoramos um bom gelado. É das melhores sobremesas que posso oferecer e quando consigo fazer um gelado em que a palavra pecado fica completamente descartada é ainda mais gratificante.

4 de maio de 2015

Bolo da Prima {Molotof de Caramelo} - Receita da Avó Lurdes

As apresentações dispensam-se, quem me segue já conhece bem a Avó Lurdes, o seu jeito imenso para a cozinha e o seu enorme coração. Acredito piamente que o coração de uma boa cozinheira tem de ser grande, pois sem amor nada na cozinha funciona. Para mim a cozinha é amor, e a Avó Lurdes é a personificação disso tudo.

2 de abril de 2015

Bolo de café com manteiga de amendoim para o meu aniversário

Hoje é um dia feliz, hoje é um bom dia. Gosto sempre de celebrar o meu aniversário, mas mais ainda com as pessoas que mais amo. E este ano tenho mais uma pessoa a meu lado, mais um amor imenso, mais alguém por quem o meu coração rebenta de ternura.

17 de março de 2015

O baptizado e um bolo de citrinos

Este fim-de-semana celebramos o baptizado na nossa mini2, a nossa Margarida. Foi uma cerimónia linda, muito emotiva e com as pessoas que nos são mais queridas. Temos uma família grande e é difícil conseguirmos juntar todos, por isso estes eventos são maravilhosos para conseguirmos isso.

25 de fevereiro de 2015

Hoje agradeço...

Este ano começamos com um projecto em família: fazer um livro dos agradecimentos. E o que é isso ao certo? É um livro, onde todos os dias à hora do jantar eu, o Miguel e a Maria dizemos 3 coisas pelas quais estamos hoje agradecidos. Foi sempre um exercício que a minha mãe fazia connosco. Não em forma de livro, mas sempre nos tentou mostrar as coisas boas da vida, desde uma simples flor que floresce, até ao facto de termos uma casa para viver, comida na mesa, saúde para viver e forças para trabalhar.

31 de janeiro de 2015

Panquecas de cacau e a recuperação pós-parto

Um dos meus maiores problemas é a recuperação física após uma gravidez. Adorava ter um metabolismo que passado pouco tempo a barriga voltava ao normal. Vejo algumas pessoas que saem da maternidade quase já sem barriga e passado menos de um mês estão praticamente iguais. E, agora com as redes sociais o que mais há por aí são selfies a mostrar o quão rápido voltam ao lugar. Confesso, eu gostaria de ter um corpo assim, mas não tenho e já me mentalizei que se o quero ter tenho de trabalhar para isso.

21 de janeiro de 2015

Bolo de chocolate com kumquat caramelizado

Desde que mudei de casa que coloquei num canteiro árvores de citrinos: limoeiro, limeira, tangerineira, laranjeira e um kumquat. Todas as árvores estão a começar a dar frutos, mas o kumquat é inacreditável. Está carregadinho de frutos. E mal o vi assim percebi que tinha de começar a pensar em receitas para fazer com eles.

4 de dezembro de 2014

Um fim-de-semana revitalizante e uma sobremesa pecaminosa

Há uns tempos recebi um convite irrecusável do Hotel Tryp Coimbra. A sugestão era passar um fim-de-semana no super confortável hotel e usufruir de um programa de actividades muito aliciante. Claro que era impossível negar tal convite e lá fomos até Coimbra.

30 de outubro de 2014

O pecado em forma de tarte {Big Twix Tart}

Quando se está grávida é-nos permitido tudo, certo? Apesar do meu médico ser altamente controlador no meu peso e ter ralhado muito comigo quando aumentei 4kgs no mês de férias. De qualquer forma há pecados que se forem controlados não farão mal a ninguém. Esta tarte surgiu por um desejo enorme de comer algo extremamente doce. Mas garanto-vos, só comi uma tirinha e o resto da tarte foi totalmente partilhada com amigos. :)

24 de outubro de 2014

Mousse de dióspiro e lima e o meu projecto

Finalmente consigo escrever um post aqui no blogue.
Não tem sido fácil organizar a minha vida com as tarefas e os compromissos em que estou envolvida. No meio de uma mudança de casa, da gravidez bastante evoluída que me limita a mobilidade e capacidade de concentração, da escola onde dou aulas, tenho o projecto Clavel's Kitchen a caminhar a passos largos, mas ainda sem data de inauguração.

11 de setembro de 2014

O [difícil] regresso à escola com um bolo de beterraba

Com muitas mudanças a acontecerem nesta altura, os dias têm sido complicados. Começamos novo ano lectivo, e como professora a incerteza é sempre uma constante nesta época; fico, não fico? É sempre a mesma coisa. As incertezas e inseguranças por mais que queira tornam-se num bichinho roedor da minha tranquilidade.