Mostrar mensagens com a etiqueta romântico. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta romântico. Mostrar todas as mensagens

11 de fevereiro de 2017

Contigo transformo o mundo {bolinhos da sorte - com vídeo!}

Falar sobre amor é sempre piroso, já dizia Fernando Pessoa que "Todas as cartas de amor são
Ridículas. / Não seriam cartas de amor se não fossem / Ridículas." E no fundo, o amor falado resume-se a isso, a uma pitada de ridículo e lamechas que nesta altura do ano torna a blogosfera bem cor-de-rosa e cheia de flores. Eu não poderia ser excepção! :)

Hoje falo-vos de um amor mais denso, deixando de fora a paixão e a loucura do início da relação. Hoje trago-vos uma reflexão daquilo que considero que possa fazer parte de um amor intenso, de uma relação duradoura e profunda. Aquela relação que passa pelo nascimento de filhos, pela intimidade intensa de momentos nada agradáveis, a relação que atura os defeitos todos de uma outra pessoa mas que continua a encontrar todos os dias os motivos pelos quais se apaixonou.

3 de agosto de 2015

O sofisticado Vinagre de Espumante Gallo numa panacotta de baunilha e morango

Em Junho tive um desafio incrível. Fui desafiada pela Gallo a fazer uma receita com um dos novos vinagres da marca. A mim calhou-me, talvez, o vinagre mais desafiante de todos, de toda a gama seria o que eu mais desejaria, pois iria ser um verdadeiro desafio.

O vinagre foi o de espumante. Quando recebi em casa estava ansiosíssima por experimentá-lo. É um vinagre bem ácido, bem forte. Comecei a imaginar as potenciais receitas e misturas possíveis. O agridoce com este vinagre iria funcionar com toda a certeza. Pensei em fazer algo romântico, uma receita que fosse buscar a sofisticação do espumante, mas que conseguisse despertar as papilas gustativas de tal forma que conseguisse explodir como pequenos fogos de artifício dentro da boca.


Esta receita surgiu depois de muitos testes, de várias combinações prováveis e outras mais improváveis. Não saiu bem à primeira, nem à segunda... enfim, fi-la algumas vezes até chegar a este resultado. Acho que foi a melhor sobremesa criada por mim. Ficou mesmo como eu imaginei no início. Uma textura cremosa e consistente, que contrasta com a textura escorregadia do molho.
Os sabores ácidos e doces, a baunilha que nos envolve o sabor aveludado e o vinagre de espumante que nos desperta e abre as papilas gustativas, com o seu sabor mais acre, conseguindo sentir dentro da nossa boca os vários sabores e texturas.


Estes sabores fizeram toda a diferença tornando esta sobremesa no doce ideal para oferecer num jantar romântico.
Acompanhado com um brinde um bom espumante e com a mesa decorada com pétalas de rosa, tenho a certeza de que terão um dia/noite inesquecível.


Poderão ver no site da Gallo a receita. Têm também em vídeo a receita a ser confeccionada e todos os seus segredos.
Espero que esta panacotta vos faça despertar a explosão de sabores que realçam a vida.

19 de agosto de 2014

Lugares mágicos, perfeitos para escapadelas... (parte II)

Ontem falei-vos de um lugar mágico, mas hoje, tal como prometido, falo-vos de uma casa perfeita para levar a família inteira e passar uns dias de férias inesquecíveis. Aqui, no Lugar das Letras, onde só o nome é inspirador, aqui habitamos numa antiga escola primária. Que maravilha!