Mostrar mensagens com a etiqueta sobremesas. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta sobremesas. Mostrar todas as mensagens

26 de fevereiro de 2017

Tempo de qualidade {Bolo de amêndoa e curd de kumquat - com vídeo}

Nos últimos tempos muitas situações menos positivas têm acontecido. O valor da vida impõe-se grande e forte. A necessidade de me envolver em ninho com as minhas filhas torna-se cada vez mais gigante e a importância de vivermos uma vida o mais felizes possível também.

É com estes pensamentos que me têm assolado ultimamente que também me tenho forçado a estar mais tempo de qualidade com as minhas filhas e estar, também com os meus amigos e amigas. Termos tempo para nós mesmas, e não estivermos bem, como poderemos fazer com que os nossos filhos estejam bem e quem nos rodeia?

Desde o início deste ano tomei algumas decisões. Todas as semanas, eu e o meu marido saímos para jantar. Só nós os dois. Estamos a fazer uma foodtrip pelos restaurantes do Porto e tem sido uma viagem incrível pelo mundo gastronómico. Para além disso, uma das outras decisões passa por estar mais vezes só com os meus amigos e amigas.

Este foi um desses dias, em que nos juntamos à volta de uma mesa para saborear um bolo inspirado no livro da minha querida amiga Teresa do Lume Brando, do livro dela "Estava Tudo Ótimo". E estava mesmo, tudo maravilhoso. Este bolo é delicioso, sente-se o crocante das amêndoas e o azeite confere-lhe uma textura mais acetinada. Delicioso, é o que vos garanto.


Bolo de amêndoa, azeite e limão
(Eu dupliquei a receita)

Ingredientes para o Bolo

3 ovos
100g de açúcar
60g de farinha de amêndoa
50g de farinha sem fermento
25g de azeite suave
5g de fermento
Raspa de 1/2 limão

Ingredientes para Curd de Kumquat*

100ml de sumo de kumquat
60g de manteiga
6 kumquats fatiados finamente
2 ovos
150g de açúcar

Preparação do Bolo

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte a forma com óleo em spray ou com manteiga e farinha.
Numa taça bata os ovos com o açúcar e o azeite.
Junte as farinhas e o fermento, envolva bem sem bater demasiado e verta na forma.
leve a cozer durante 25 a 30minutos (faça o teste do palito, se o palito estiver seco o bolo já está cozido).

Preparação do Curd 

Coloque os ovos, o açúcar e o sumo dos kumquats num tachinho. mexa bem e leve a fogo médio.
Enquanto aqueça mexa sempre até engrossar. Quando engrossar retire do lume e junte os kumquats fatiados. mexa bem. nesse momento envolva a manteiga e volta a mexer até a manteiga derreter.
pode colocar num frasco hermético para guardar. Neste caso serviu como topping do bolo e ficou divinal.

* Podem saber um bocadinho mais acerca do kumquat aqui neste post já com 2 anos! ;)

E como já tem sido hábito, aqui fica o vídeo de como fazer curd de kumquat. Espero que gostem! :)

14 de novembro de 2016

Comida de conforto {Cevadotto de abóbora e castanhas + mousse de chocolate e castanhas}







Estamos em época das castanhas, da abóbora, das comidas reconfortantes, quentes e familiares.
Aqui por casa adoramos este género de comida; a comida de conforto, as refeições em que juntamos toda a gente, família e amigos, à volta de uma mesa, com as crianças a correr à volta da mesa. Esta confusão que se gira à nossa volta é o que nos faz feliz, casa cheia, barulho e tudo desarrumado!

Sempre gostei de ter a casa cheia, agora com a mudança para a casa nova ajuda a que a festa se torne ainda maior. Uma sala grande, uma cozinha luminosa aberta para a sala convida a este tipo de convívio. E, por isso mesmo, não podia deixar de levar uma receita destas ao Porto Canal no dia de S. Martinho, na passada sexta-feira.

Para terminar em grande não podia deixar de fazer uma sobremesa tão reconfortante como este cevadotto. Uma mousse de chocolate e castanhas. Há lá coisa melhor?

8 de março de 2016

A força da mulher {semi-frio de cereja e amêndoa}

Neste dia 8 de Março celebra-se o dia Internacional da Mulher. Há a teoria de que não é necessário um dia para celebrar o facto de sermos mulheres. Eu não sou da mesma opinião. Este dia surgiu após a revolução histórica de 130 operárias em Nova Iorque, no dia 8 de março de 1908, que se manisfestaram contra o facto de serem muito mais mal pagas que os homens. Estas mulheres foram assassinadas com um incêndio na mesma fábrica. Morreram as 130 mulheres. Ainda hoje, se sente uma diferença e uma descriminação em muitos sectores em que, nós mulheres, somos muito prejudicadas em relação aos homens. E, está nas nossas mãos, conseguirmos vencer esta discriminação. Lutando sempre a favor dos nossos direitos. Eu gosto de pensar que aquelas mulheres não morreram em vão. Que elas são um símbolo de força e de união. Não acredito que devamos ser iguais aos homens, porque definitivamente não o somos, mas acredito e defendo que temos o dever e a obrigação de termos as mesmas oportunidades que eles.

12 de fevereiro de 2016

O rapaz da camisola vermelha {Pavlova com caramelo e morangos}



Quando era mais nova, mais ou menos a partir dos 10 anos, tinha um sonho recorrente. 
Era um sonho muito cansativo, muito exaustivo.

Passava-se sempre num dia de chuva e frio. Eu saía de casa a correr. Tinha de chegar a um local, nunca soube ao certo onde era, mas no sonho eu sabia que tinha de ir. E o coração pulava muito, muito ansiosa e preocupada. No sonho eu já era mais velha, já teria cerca de 20 e poucos anos. E durante todos os anos a fio que eu tive este sonho a idade mantinha-se. 

30 de dezembro de 2015

sê a pessoa da tua vida! {Panacotta de Espumante}

O novo ano aproxima-se e com ele surgem sempre as resoluções de novo ano. Temos sempre mil listas, mil ideias para pôr em prática. A renovação faz-nos sempre acreditar que “agora é que vai ser!”, agora vou reorganizar toda a minha vida e pôr em prática tudo aquilo que defendo e que nunca consigo cumprir. São sempre listas importantes e o repensar do nosso dia-a-dia é um exercício que deveríamos fazer mais vezes.

26 de setembro de 2015

Cheesecake fingido de melão e uma festa de arromba {Continente}

Tive a honra e o imenso orgulho de ser uma das madrinhas da Grande Festa do Continente aqui no Parque da Cidade, no Porto, no passado sábado dia 19 de setembro.  

300 mil pessoas participaram na Festa Continente. O evento convidou os portugueses a entrarem num verdadeiro parque temático, repleto de animação, música, sabores e cor, num dia perfeito para estar em família e ficar a conhecer o que de melhor se produz no nosso país. 

6 de novembro de 2014

Uma dissertação sobre a chegada do novo membro, acompanhada por uma coroa de chocolate, avelãs e amendoins

Os dias vão passando e a ansiedade aumenta. É inevitável, por melhor ou pior que tenha corrido o parto anterior, a certeza de que está para breve o aumento da família causa sempre alguma ansiedade.

30 de outubro de 2014

O pecado em forma de tarte {Big Twix Tart}

Quando se está grávida é-nos permitido tudo, certo? Apesar do meu médico ser altamente controlador no meu peso e ter ralhado muito comigo quando aumentei 4kgs no mês de férias. De qualquer forma há pecados que se forem controlados não farão mal a ninguém. Esta tarte surgiu por um desejo enorme de comer algo extremamente doce. Mas garanto-vos, só comi uma tirinha e o resto da tarte foi totalmente partilhada com amigos. :)

11 de setembro de 2014

O [difícil] regresso à escola com um bolo de beterraba

Com muitas mudanças a acontecerem nesta altura, os dias têm sido complicados. Começamos novo ano lectivo, e como professora a incerteza é sempre uma constante nesta época; fico, não fico? É sempre a mesma coisa. As incertezas e inseguranças por mais que queira tornam-se num bichinho roedor da minha tranquilidade.

18 de julho de 2014

Quando parece que tudo corre mal e... uma tarte de ameixa

Sabem aquela sensação de que tudo corre mal? Parece que o dia começou mal e que tudo parece estar do avesso, e nada irá correr bem... Todos temos esses dias. Mas o que queria mesmo dizer-vos é que é sempre uma questão de perspectiva. Nada mais do que tão somente ver os acontecimentos por todos os ângulos.

É tal e qual como quando fotografamos um prato lascado, se o rodarmos disfarçamos, ou até podemos assumir que o facto de estar lascado confere-lhe tão somente personalidade, uso e carisma. Vêem? Não é difícil.

17 de junho de 2014

Gelado de iogurte grego e cerejas

Com este calor que tem estado só me apetece coisas frescas. E iniciar um post de um gelado assim é mesmo um cliché, mas é a mais pura das verdades.

2 de abril de 2014

Um dia repleto de coisas boas e importantes

Hoje é um dia especial. Especial por 3 motivos.

Em primeiro lugar faço anos. E esta data faz-me sempre bem. Não sinto o peso da idade sempre que renovo um ciclo, sinto mais a força e felicidade que tenho sentido ao longo dos meus 32 anos de vida.
Sinto-me verdadeiramente abençoada. Tenho tudo o que poderia querer para ser feliz. E não digo isto só para ficar bonito, para tornar a minha vida mais cor-de-rosa (até porque nem sou muito de cor-de-rosa... eheheh), mas sim porque o sinto verdadeiramente.

19 de março de 2014

"Papá, eu infinito-te!"

Eram cerca das 19:30, hora do banho enquanto o jantar estava a terminar de fazer. Preparei a mini para a meter na banheira e ela agarrou-me na cara com as suas delicadas e macias mãozinhas e diz-me "Mamã, eu infinito-te!"

10 de fevereiro de 2014

Cheesecake fingido de limão e gengibre

Há momentos da nossa vida que ficarão guardados na nossa memória para sempre. Este sábado será um deles. Dei o meu primeiro workshop dedicado exclusivamente a homens. Seleccionei receitas que fossem de fácil execução, mas extremamente deliciosas. O feedback deles foi fantástico e tive o workshop cheio! Nunca imaginei, confesso-vos. Encher um workshop com o público-alvo completamente diferente do comum, foi para mim um enorme feito. O ambiente foi muito descontraído e muito divertido. Devo-o, não só à minha capacidade de comunicação (lol), mas essencialmente à Aveleda que gentilmente patrocinou o evento oferecendo vinho Aveleda Alvarinho para degustação e, no final, um miminho a cada participante, uma garrafa de Casal Garcia Rosé.

Foi uma tarde muito bem passada. Conheci pessoas fantásticas. Será, sem dúvida, a repetir.

Participantes do workshop para homens. 
Fotografia gentilmente cedida pelo meu amigo Fernando Bagnola.

Sem corações, sem estrelinhas, sem frutos vermelhos e sem chocolate, apresento-vos uma sugestão que será maravilhosa para degustar no dia dos namorados. Esta sobremesa é verdadeiramente deliciosa. De fácil execução, muito simples, mas muito sublime. Para além disso, tem o gengibre, que é um ingrediente famoso pelas suas propriedades afrodisíacas.

Essas propriedades advém da tradição oriental, em que o aroma do gengibre aumenta a confiança e a determinação. O óleo de gengibre era utilizado para massajar o abdómen, provocando calor ao corpo e, consequentemente, provoca excitação. Óptima sugestão para depois do jantar... ✓

Claro que, para mim, qualquer ingrediente poderá ter efeitos afrodisíacos, porque tudo depende do amor e entrega que temos ao oferecer uma refeição ao nosso parceiro/a. E nesta receita, usarmos o gengibre em nada ajudará se não estivermos entregues ao momento, relaxarmos e deixarmos a noite correr ao som de uma bela música e se colocarmos umas velas acesas, ajuda ainda mais. ❤

Cheesecake fingido de limão

Base

Ingredientes (para 6 copinhos pequenos):

8 bolachas Maria
70g manteiga à temperatura ambiente

Preparação da base:

Triture a bolacha com a ajuda de um liquidificador, se não tiver esmigalhe as bolachas dentro de um pano com um martelo de cozinha. Junte a manteiga e amasse bem.
Forre o fundo dos copos amassando com um pouco de água. Vai ao frigorífico enquanto se prepara o recheio.

Recheio

Ingredientes:

2 iogurtes tipo grego
50 ml de sumo de limão
1 ovo L
75 g de açúcar
1 colher de sobremesa de raspas de limão
30 g de manteiga à temperatura ambiente
1 c. de café de gengibre em pó ou raspa de gengibre

Preparação:

Comece por fazer o lemon curd.
Leve ao lume o ovo bem misturado com o açúcar e o sumo de limão.
Com um batedor de varas, mexa sempre para não ganhar grumos, até engrossar.
Deve demorar cerca de 10 minutos. Retire do lume e incorpore a manteiga em pedaços e a raspa de limão e o gengibre. Mexa até a manteiga estar bem derretida e dissolvida no creme.
Reserve e deixe arrefecer.

Distribua o iogurte pelos copinhos anteriormente preparados. Quando o lemon curd estiver totalmente arrefecido coloque por cima do iogurte.

Nota: a brutal receita do lemon curd é da autoria da minha querida amiga Teresa do Lume Brando. Pedi-lhe autorização para a usar e levar para o workshop e ela, como querida que é, cedeu-ma. :) Vejam aqui a receita dela.






Esta receita é dedicada a ti, meu amor.
Que estes contrastes, entre o doce e o amargo, o cremoso e o crocante simbolizem o que somos um com outro. O quanto diferentes somos e o quanto nos damos bem e como combinamos tão bem. É numa harmonia como neste copinho que nos vejo aos dois, abraçando a nossa Maria. Obrigada por estares sempre desse lado, obrigada por seres o companheiro, amante, marido, amigo que és comigo todos os dias. Amo-te muito, Miguel.

8 de janeiro de 2014

Gelado de Inverno


Quem disse que gelados é uma sobremesa [só] para o verão? Não se deixem levar por cantigas!!! Gelados comem-se durante todo o ano. Hoje trago-vos uma versão de um quente e frio que ficou deliciosa. E, ainda por cima, é um gelado muito bom para quem não é tolerante à lactose, pois não leva pingo de leite ou derivados.

Nestes dias feios, chuvosos, é das sobremesas que melhor me sabem. Gosto de ver a chuva cair através da janela e saborear este gelado de contrastes, de quente e frio, de doce e amargo, de suave e crocante. Acreditem em mim, é delicioso e é uma excelente opção para servirem a convidados.



Gelado de nata de coco com baunilha e coulis de frutos vermelhos

Ingredientes para o gelado:

400g de creme de coco (eu comprei estas latinhas)
1/2 chávena de açúcar amarelo
4 claras
1 vagem de baunilha
2 gotas de limão
1 pitada de sal

Ingredientes para o Coulis de frutos vermelhos:

1 chávena de frutos vermelhos (usei dos congelados, tinha morango, amora, framboesa, groselha, mirtilo e arandos)
1/4 chávena de açúcar amarelo
2 c. de sopa de água

Ingredientes para a amêndoa crocante:

1/4 de chávena de amêndoa aos cubinhos
2 c. de sopa de açúcar amarelo
1 c. de sopa de água

Preparação do gelado:

Bata o creme de coco até formar picos (como o chantilli) [é provável que às vezes não se consiga montar muito bem, poderá ficar um creme, mas não deite fora, o gelado fica igualmente saboroso e cremoso). Junte o açúcar amarelo e as sementes da vagem de baunilha e bata mais um pouco, até o açúcar se dissolver. Bata as claras em castelo com a pitada de sal e as gotas de limão. Quando as claras estiverem bem batidas envolva-as com o "chantilli" de coco e coloque todo o preparado num recipente que possa ir ao congelador. Leve ao congelador no mínimo por 4 horas.

Preparação do coulis:

Coloque num tachinho todos os ingredientes. Deixe o molho ir engrossando. Passe tudo pela varinha mágica.

Preparação da amêndoa crocante:

Numa frigideira coloque o açúcar e a água, deixe dissolver e junte a amêndoa. Vá mexendo sempre até caramelizar. Retire do lume, coloque a amêndoa disposta por cima de um tabuleiro coberto com papel vegetal.

Montagem do gelado:

Quando o gelado estiver pronto, faça 2 bolas, coloque numa taça ou copo. Coloque algumas amêndoas por cima e verta bastante coulis bem quente por cima. E saboreie cada colherzinha... hummmm


15 de dezembro de 2013

Mousse de chocolate super cremosa

Gosto muito de receber pessoas em minha casa. Desde sempre que gostei. Lembro-me de uma época que tive de reduzir despesas, mas não consegui deixar de continuar a convidar pessoas para minha casa. É, praticamente, um vício. Então amigos e família estão sempre aqui por casa, adoro. E, num destes dias, não sabia o que oferecer de sobremesa. Lembrei-me que a Rachel Khoo faz uns doces com um aspecto divinal. Então nas minhas pesquisas encontrei esta mousse cremosa maravilhosa.


Mousse de chocolate
(receita adaptada de Rachel Khoo)

Ingredientes para o pastry cream:

250ml de leite gordo
1 c. de sopa de cacau em pó puro
3 gemas de ovos
50g de açúcar
20g de amido de milho (maizena)

Para o merengue:

3 claras de ovos
50g de açúcar em pó
4/6 gotas de limão
Pitada de sal
150g de chocolate preto partido aos pedaços
200ml de chantilli (200ml de natas + 50g de açúcar)
2 c. de sopa de manteiga à temperatura ambiente
Côco ralado q.b.
Pepitas de chocolate q.b.

Preparação:

Comece por fazer o pastry cream. Leve ao lume o leite com o cacau em pó e deixe levantar fervura. Retire do lume e numa taça coloque as gemas, com o açúcar e o amido. Bata tudo muito bem. Junte o leite, sempre mexendo bem para que os ovos não cozam com o leite. Leve tudo ao lume e vá mexendo sempre para que não ganhe grumos até formar uma pasta bem cremosa. Quando estiver bem cremoso e fizer bolhas que rebentam, retire do lume e coloque numa taça, envolva com película aderente, de forma a não estar em contacto com o ar e coloque no congelador.
Entretanto faça o merengue. Coloque as claras, o limão, o açúcar em pó e o sal e bata bem até que as claras fiquem em castelo, faça o teste de virar a taça e se as claras não caírem está pronto. Entretanto faça, também, o chantilli. Derreta o chocolate em banho-maria e envolva no merengue e coloque o chantilli, envolvendo tudo muito bem (sem bater, só envolver). Retire do congelador a pasta e bata bem para não ficarem grumos, coloque o preparado do merengue por cima e vá envolvendo bem.
À parte unte os copos (usei flutes) com a manteiga e com o côco ralado. no fundo dos copos coloque umas pepitas de chocolate. Encha os copos com a mousse e leve ao frigorífico. Deverá ficar 4 horas no frio, mas pode retirar após uma hora. Mas acreditem, 4 horas é o ideal.

São alguns passos, mas valem muito, muito a pena. É divinal esta mousse.

3 de outubro de 2013

Mousse de manga e lima


Ontem não resisti à gula. Tinha uma manga deliciosa em casa e não resisti.
Fiz uma espécie de uma mousse deliciosa, rápida e fácil.
Esta receita que me saciou a gula e que me fez tão feliz, dedico-a à Mariana pelo seu aniversário.


Mousse de manga e lima

Ingredientes:

1 manga
1/2 lata de leite condensado (usei magro)
sumo de 1 lima
raspa de lima
50g de chocolate negro

Preparação:

Descasque a manga, parta-a aos pedaços. Reduza a um puré com a ajuda de um robot de cozinha ou com a varinha mágica. Junte o leite condensado e envolva com uma vara de arames. Junte o sumo de lima e volte a envolver.
Derreta o chocolate e decore as tacinhas com fios do chocolate.
Raspe a lima por cima das tacinhas.

É tão simples e tão deliciosa!
Experimentem!


1 de setembro de 2013

Tarte de groselha e maçã


Ontem estive a tarde na cozinha a fazer uma tarte elaborada. Não é comum nas minhas receitas demorar a fazer uma só, mas ontem deu-me para isso. O que eu queria mesmo era fazer uma tarte de ruibarbo, mas enfim, não encontrei à venda e foi com maçã e groselha. Ficou bonita e ficou igualmente saborosa. Acho que devia ter ainda mais groselha para ficar o contraste mais acentuado do doce com o ácido. Não é uma tarte light. Mas é uma tarte que dá nas vistas e é mesmo muito docinha e saborosa.

Preparem-se para uma tarde inteira à volta da tarte. Tem muitos passos, todos eles importantes de serem seguidos com calma. Eu, por exemplo, tirei do forno um pouco antes do tempo, tudo pela ansiedade de a poder fotografar ainda com luz natural. E só tenho a imagem da tarte inteira porque tirei antes do tempo, mas  massa devia ter ficado um pouco mais crocante. A verdade é que as visitas adoraram a tarte e ela ficou linda! E eu... fiquei super orgulhosa de todo o meu esforço. :)
• Tarte de groselha e maçã •

Massa
Ingredientes para a massa:

200g de farinha
140g de açúcar em pó
160g de manteiga à temperatura ambiente
40g de amêndoas pulverizadas
2 gemas de ovo
1 vagem de baunilha
1 pitada de sal
Preparação da massa:
Num robot de cozinha transforme as amêndoas em farinha. Eu utilizei a bimby e pulverizei na vel.9/20seg. Numa taça (ou no copo da bimby) misturamos todos os secos, ou seja, a farinha, o açúcar em pó, o sal e a farinha de amêndoas. Misturar tudo (eu programei na bimby 20seg/vel. 3,5). Reservar.
Cortar a vagem da baunilha pela metade longitudinalmente  e raspar com a ajuda de uma faca para extrair as sementes. Reservar a baunilha.
Adicionar à mistura das farinhas (se for feita à mão colocar a mistura das farinhas numa mesa de trabalho e fazer um buraco no meio) a manteiga cortada aos cubos junto com a baunilha. Misturar todos os ingredientes até os integrar ligeriramente (eu programei na bimby 15seg/ vel. 5). De seguida juntar as gemas dos ovos misturando até ter uma massa uniforme e lisa (não deveremos trabalhar a massa em excesso, só mantendo os ingredientes bem misturados), eu programei na bimby mais 20seg/vel 3.5.
Deixar a massa a repousar no frigorífico durante 30 minutos, para que adquira maior consistência, envolvida em filme transparente.
Depois dos 30 minutos de repouso, retirar a massa do frigorífico e com a palma da mão esmagar a massa um pouco antes de a estender com o rolo da massa. Enfarinhar a superfície de trabalho e esticar bem a massa com o rolo da massa, formando um círculo.
Untar a forma da tarteira com manteiga e farinha.
Colocar a massa na forma e moldar de forma a que as extremidades fique com a massa. Retira o excesso da massa. Tapar com filme transparente e levar durante mais 30 minutos no frigorífico.
Passado esse tempo colocar a massa no forno, sem recheio, pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos.

Maçãs e Groselhas

Ingredientes:

6 maçãs pequenas
4 pés de bagas de groselhas
sumo de limão

Preparação:

Corte as maças às fatias finas, retire dos pés as bagas das groselhas e reserve.
Regue as fatias das maçãs com sumo de limão para que não oxidem.

Recheio

Ingredientes para o recheio:

3 ovos
375 ml de leite
75g de açúcar
30g de amido de milho
1 vagem de baunilha

Preparação do recheio:

Colocar todos os ingredientes num tachinho e misturar tudo com uma vara de arames até obter uma massa uniforme e lisa.
De seguida colocar o tachinho em lume médio, sem deixar de mexer com a vara de arames, até que a mistura engrosse. Não será mais do que 5 minutos. (eu não fiz na bimby, mas o processo é muito semelhante ao molho bechamél, mas não tenho a certeza de quantos minutos poderia programar, pode ser que alguém com mais conhecimento da máquina me consiga ajudar e dizer quantos minutos, pois a temperatura seriam os 90ºC)
Retirar do lume e colocar numa taça para que esfrie. Tapar com filme transparente para que não crie uma crosta.

Xarope

Ingredientes para o xarope:

250ml de água
150g de açúcar
Gotas de limão

Preparação do xarope:

Colocar todos os ingredientes num tachinho e levar ao lume até que o açúcar se dissolva e a consistência se torne mais densa.

Montagem da tarte

Colocar o recheio por cima da massa, alisar com a ajuda de uma espátula, por cima colocar as fatias das maçãs e as bagas das groselhas. Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 20 minutos.

No final pincelar a tarte com o xarope para lhe dar mais brilho.

-------

É trabalhosa, demorada com todos os passos, mas acreditem, vale o esforço! :)


Receita inspirada daqui.

22 de julho de 2013

Gelado de maracujá

 

Se há fruto que me desperta paixão é o maracujá (em inglês ser passion fruit, muito mais adequado o nome). Já andava a magicar um plano para fazer um gelado de maracujá que fosse muito simples e muito apetitoso. E consegui cumprir o meu plano, mais fácil que este é difícil.

Gelado de maracujá

Ingredientes:
(depende muito da quantidade que quiserem fazer, eu fiz para cerca de 4 pessoas)

1/2 lata de maracujá em polpa congelada
1/2 lata de leite condensado

Preparação:

Retire a polpa congelada e coloque num robot de cozinha e triture, dando 3 golpadas no turbo é suficiente (se preferir fazer sem as grainhas antes de congelar a polpa terá de as coar). Junte o leite condensado e envolva com a ajuda de uma espátula.
Se ficar líquido coloque um pouco no congelador, mexendo de 10 em 10 minutos com a ajuda de uma garfo para não ganhar cristais de gelo.

Como podem verificar também fiz um coulis de maracujá para servir como topping.

Coulis de maracujá

Ingredientes:

6 maracujás
100g de açúcar

Preparação:

Coloque a polpa dos maracujás num tachinho com o açúcar e ligue o lume no máximo. Vá mexendo até ferver. Quando ferver não pare de mexer durante 2 minutos. Retire do lume, coe as grainhas e deixe arrefecer.


Também preparei os cones dos gelados, derreti chocolate de leite, cobri a parte de cima dos cones com o chocolate e depois coloquei as amêndoas trituradas. Deixei secar e só depois coloquei o gelado.

Todas estas etapas juntas demoram algum tempo, mas todas elas valem o esforço, acreditem. De qualquer forma, somente o gelado é óptimo e dá uma excelente sobremesa.


 



Nota: Já no meu outro post do gelado de banana, morango e framboesa esqueci-me de referir onde comprei estes maravilhosos cones de gelados. Comprei numa loja aqui bem pertinho de mim que se chama Cantinho dos Paladares. Se viverem aqui perto aconselho vivamente, tem produtos maravilhosos. 

1 de julho de 2013

Gelado de banana, morango e framboesa


E se eu vos dissesse que este gelado demora menos de 2 minutos a fazer? Não acreditam?
Vejam então como é simples fazer o gelado.

Gelado de banana, morango e framboesa

Ingredientes:

2 bananas congeladas
2 c. de sopa de framboesas congeladas
10 morangos congelados
1 iogurte grego natural
1 c. de sopa de mel

Preparação:

Num robot de cozinha triture as frutas. Junte o mel e o iogurte e volte a triturar tudo.
Done!

Coulis de framboesa

Ingredientes para o coulis:

10 framboesas
3 morangos
1 c. de sopa de açúcar ou mel

Preparação:

Com a ajuda de uma varinha mágica reduza tudo a um puré. Sirva por cima do gelado.


Eu comprei estes cones, fiz bola de gelado e coloquei por cima. Fica ainda mais delicioso.