Mostrar mensagens com a etiqueta sopa. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta sopa. Mostrar todas as mensagens

15 de junho de 2016

O poder extraordinário da diferença {Creme de Courgette e Caril}



Estava a começar a escrever este post com um texto a mostrar a minha indignação com o massacre que aconteceu em Orlando. Mas o que é certo, é que nada do que eu escreva irá conseguir descrever na realidade aquilo que eu sinto acerca deste acto.

Como sabem trabalhei numa escola em que havia liberdade de expressão e os alunos sentiam-se mais à vontade para serem quem realmente são, sem tabus, sem complexos, sem vergonhas. Mas eu, muitas vezes, ouvia "Ah, mas é uma escola de artes. Os artistas têm a mania de serem diferentes. Eles são gays só porque querem chocar!" Ouvi tantas, mas tantas vezes isto. Ou então "Agora os miúdos querem todos ser gays. É moda!" E se eu ouvi coisas destas, imaginem eles.

Mas, a sério? Acreditam mesmo nesta palhaçada? Será que estas pessoas acham mesmo que ser homossexual na nossa sociedade é fácil?

Dizemos viver numa época em que nos podemos expressar à vontade. Pois não podemos mesmo, de todo. De uma forma geral ser gay é ser doente, até há quem ainda diga que pode ser curado com umas injecções (sim, a sério que há quem diga isto!). Uma pessoa que resolve "assumir-se" luta contra uma sociedade inteira. Se anda de mão dada com o seu parceiro na rua é considerado atentado ao pudor. Se quer ter filhos é porque é um anormal que não sabe cuidar de uma criança porque esta será criada num ambiente promíscuo. Tomam-se à partida pressupostos de que um homossexual é alguém promíscuo, ignorante e boémio.

Tenho muitos ex-alunos homossexuais e tenho imensos amigos que também o são. E isso não é importante para mim. Não me interessa nada! Nada! A única coisa que me interessa é que eles sejam felizes. E gosto tanto de alguns deles, que me revolta e entristece saber que eles não possam ser felizes à vontade. Que eles não possam sair à rua, a um bar para ir beber um copo sem que apareça um louco que os resolva matar só porque não é igual a eles.

Enojam-me estas pessoas que descriminam os outros. Revoltam-me e muitas vezes fazem-me desacreditar na humanidade.

Não podia deixar de falar deste assunto que me tem tirado horas de sono. Quando as pessoas entenderem que a homossexualidade não é algo que tenha de ser assumido, que tenha de ser motivo de vergonha, ou que seja algo contagioso. Seria o mesmo que eu agora tivesse de assumir que nasci loira. Raios, alguma vez teria de "assumir" alguma coisa? Não! Sou loira e eles são homossexuais. Quando as pessoas entenderem isto, este passa a ser um não assunto.

Para ilustrar este "não assunto" resolvi mostrar-vos esta sopa, inspirada em várias culturas. Com a mistura do caril indiano e a cúrcuma oriental, com queijo feta grego e o bacon bem americano. Aqui fica a prova de que como num prato conseguimos misturar várias culturas e fazer algo de único e incrível. Posso-vos garantir que o mágico desta sopa é mesmo a incrível mistura de sabores e texturas. Como vêm com a diversidade conseguimos criar o extraordinário.



Creme de courgette e caril
Esta é uma receita elaborada para o robot de cozinha multifunções Cuisine Companion, da Moulinex. 

Ingredientes:

3 colheres de sopa de azeite
1 cebola grande
1 alho francês
1 haste de aipo
1 colher de chá de caril em pó
2 colheres de chá de cúrcuma
870g de courgette
50g de bacon
50g de queijo feta
Cebolinho q.b.
Sementes de sésamo q.b.

Preparação:

1. Na taça coloque o acessório misturador e introduza a cebola, o aipo e o alho francês com o azeite e seleccione o programa P1 de cozedura lenta a 130 ºC durante 5 min. Adicionar o caril, o açafrão, a courgete descascada e cortada em cubos, o sal e 700ml de água quente. 

2. Selecione o programa de sopas P2.

3. Servir com bacon tostado, queijo feta, cebolinho e sementes de sésamo.

8 de julho de 2015

Creme de abóbora com sementes de coentros

Quando se fala em introdução alimentar para o bebé pensamos logo no creme de abóbora ou cenoura, com batata, cebola, etc... Não há grande espaço para a imaginação. E porquê? Porque o medo que nos assombra é enorme. Será que posso dar isto? Ou aquilo? E se ele é alérgico? E se faz reacção? Ai que o médico não disse.

8 de junho de 2014

Creme de ervilhas e um fim-de-semana atribulado

Há momentos da vida em que temos de tomar decisões. Muitas vezes as nossas decisões podem afectar os outros, mas quando surgem condicionantes que nos deixam sem outra saída temos mesmo que as tomar. É assim a vida, é feita de escolhas e de momentos destes.

30 de abril de 2014

Uma sopa cor-de-rosa e com flores

Já imaginaram oferecer esta sopa às meninas pequeninas?
Foi mesmo com essa intenção que pensei nesta sopa. Decidi fazer uma sopa mesmo para a mini aqui de casa. Uma sopa que fosse o mais feminina possível. E correu mesmo bem. Para além de bonita, deviam ter visto a satisfação dela a comê-la.

10 de dezembro de 2013

Creme de pastinagas para aquecer depois da caminhada (Missão sorriso)

Como sabem fui à caminhada da Missão Sorriso. Correu muito bem, estava tudo muito bem organizado e foi uma manhã muito bem passada.
Passaram na meta 3000 pessoas, pelo que o Continente ofereceu 3000 cabazes à Cruz Vermelha. Foi um sucesso e tal só foi possível por terem lá estado vocês! Obrigada!

Foi uma manhã muito bem passada e por uma boa causa. Fico muito contente por fazer parte destes projectos. Não se esqueçam, no dia 15, já o próximo domingo a Missão Sorriso está em Lisboa. Toca a ir ajudar esta causa. Vejam como se podem inscrever AQUI.

As embaixadoras do norte: Mum's The Boss, Oui Oui Saudável e Clavel's Cook.

E, claro, tinha de vos trazer uma receita de conforto, que aquecesse a alma e confortasse após a corrida. Trago-vos uma receita adaptada do novo livro "Prazer de Comer, Prazer de Viver" do chef Nuno Queiróz Ribeiro que tive o prazer de o conhecer no Porto Canal quando lá fui a semana passada. O livro é repleto de receitas saudáveis e com muita informação nutricional acerca dos alimentos. Uma das receitas que vi e que me chamou logo a atenção foi este creme de pastinagas (ou cheróvias) e maçãs. Nunca tinha experimentado pastinagas e vejo-as à venda todos os sábados na feira de produtos biológicos do Parque da Cidade. Não lhes tirei uma fotografia, porque o meu tempo parece que agora anda para trás, em vez de andar para a frente. Os dias estão cada vez mais curtos e as tarefas crescem a olhos vistos. Estou muito feliz com o meu projecto Clavel's Cook, mas conciliar dar aulas e todas estas tarefas tem sido esgotante. Mas adiante, não estou aqui a queixar-me, somente a desculpar-me por não ter tirado um retrato lindo às pastinagas. Mas nada que não se resolva, e mostro-vos AQUI neste link as rainhas desta sopa.

Creme de pastinagas e maçã

Ingredientes:

2 pastinagas
1 maçã reineta
1 cebola grande
3 dentes de alho
100ml de leite de coco 
200ml de água (pode substituir por caldo de legumes)
3cm de gengibre fresco
1 c. de sopa de sementes de coentros esmagadas
Azeite extra virgem
Sal q.b.
Coentros frescos para decorar

Preparação:

Pique a cebola e o alho e regue com um fio de azeite. Ligue o lume e faça um refogado até a cebola ficar transparente. Acrescente as sementes de coentros esmagadas e as pastinagas descascadas e cortadas aos cubos. Deixe amolecer as pastinagas e junte o leite de coco. Deixe levantar fervura e junte a água e a maçã cortada aos pedacinhos e reduza o lume para médio. Tape com um testo e deixe cozer sensivelmente 5 a 10 minutos. Tempere com sal e reduza tudo a um puré com a ajuda de uma varinha mágica ou a um robot de cozinha. Sirva decorando com um fio de azeite, umas sementes de coentros e uns coentros frescos.

É uma sopa reconfortante, consistente, saborosa e muito saudável. 



15 de abril de 2012

Creme de ervilhas com hortelã


Um creme muito saboroso e aromático. Aconselho a experimentarem.

• Creme de ervilhas com hortelã •

Ingredientes:

2 batatas pequenas
1 courgette
100g de abóbora
2 dentes de alho
1 cebola
5g de gengibre
200g de ervilhas
1c. de sopa de hortelã fresca
Sal q.b.
Um fio de azeite virgem

Preparação bimby:

Coloque todos os ingredientes no copo (excepto a hortelã) com água até tapar os legumes. Programe 25min/100ºC/vel.colher.
No final da cozedura junte as folhas de hortelã e programe vel. 5-7-9/30seg para reduzir a sopa a um creme.

Preparação tradicional:

Num tacho junte todos os ingredientes (excepto a hortelã) com água até tapar os legumes. Deixe cozer bem. Quando os legumes estiverm bem cozidos junte as folhas de hortelã e reduza tudo a um creme com a ajuda de uma varinha mágica.


29 de fevereiro de 2012

Caldo verde

Caldo verde

E uma sopa super tradicional feita na bimby? Sabe a tradição, a calor de lareira, a dias de sol de inverno em que podemos depois de uma refeição ir passear e ouvir o som do campo. A mim faz-me recuar no tempo, em que era criança e que a minha mãe fazia esta sopa com as couves galegas da horta. e para quem não leu, veja aqui onde consegui desencantar esta bela couve galega.

19 de fevereiro de 2012

Sopa do campo















E não é que na minha varanda cresceu uma couve galega lindíssima? Para mim foi um mistério, quase um milagre, pois não plantei nada e ela nasceu linda, cheia de força e a pedir para ser consumida. E ontem fiz uma sopa a tentar recordar-me da minha infância.
Vivi 4 anos em Trás-os Montes e tínhamos sempre alimentos 100% biológicos, cultivados pela minha mãe. Um jardim enorme com batatas, cenouras, couves, tomates, alfaces, com tudo o que uma horta caseira deve ter. Tínhamos também um carvalho e uma cerejeira... ai que saudades! E nessa época a minha fazia umas sopas divinais, era feitas no pote de 3 pernas, na lareira da cozinha. Como é óbvio só por isso o sabor era tão característico que será impossível recriá-lo, mas ficou perto, pois segui à risca os passos da minha mãe. E tive a aprovação dela, pois ela esteve cá a almoçar.

19 de janeiro de 2012

O que vou fazer hoje ao jantar?


• O que vou fazer hoje ao jantar? •

Ou ao almoço? Que tal uma refeição deliciosa e super rápida de preparar?
Esta refeição é, para mim, das mais deliciosas de sempre. Não é das mais baratas e se for para muitas pessoas fica bastante cara. Para que fique tão saborosa terá de ser carne de alta qualidade e, claro, os valores disparam.

• Sopa de courgette e cebola •

Ingredientes:

2 courgettes grandes
2 cebolas grandes
1 batata
2 dentes de alho
Tomilho-limão
Sal q.b.
Azeite virgem

Preparação Bimby:

Sem descascar as courgettes lave-as bem e retire as extremidades e parta-as às fatias e coloque no copo. Descasque a cebola, parta-a aos pedaços, descasque os alhos e coloque tudo no copo. Tempere com sal a gosto e regue com um fio de azeite. Encha o copo com água até tapar os ingredientes. Programe 25min/ vel. 3/ 100ºC.
Quando terminar verifique com a ajuda de um garfo se os ingredientes estão bem cozidos. Com a ajuda do cesto coe a água para um recipiente à parte e moa tudo na 20seg. / vel.5-7-9.
Acrescente a água até ficar com a consistência pretendida. Eu gosto que fique cremosa, normalmente coloco pouca água.

Quando servir regue um fio de azeite e decore os pratos da sopa com folhas de tomilho-limão.

Preparação tradicional:

Sem descascar as courgettes lave-as bem e retire as extremidades e parta-as às fatias e coloque no tacho. Descasque a cebola, parta-a aos pedaços, descasque os alhos e coloque tudo no tacho. Tempere com sal a gosto e regue com um fio de azeite. Encha o tacho com água até tapar os ingredientes. Deixe cozer.
Quando terminar verifique com a ajuda de um garfo se os ingredientes estão bem cozidos. Coe a água para um recipiente à parte e moa tudo com a ajuda da varinha mágica.
Acrescente a água até ficar com a consistência pretendida. Eu gosto que fique cremosa, normalmente coloco pouca água.

Quando servir regue um fio de azeite e decore os pratos da sopa com folhas de tomilho-limão.

• Bife do vazio com chili e gengibre •

Para 2 pessoas

Ingredientes:

1 bife do vazio (de excelente qualidade) com 2 cm de espessura
Sal grosso q.b.
Pimenta preta moída na hora
1c. de café de manteiga
20g de gengibre fresco
1 malagueta/chili
Raspa de 1/2 limão
Raspa de 1/2 lima
Sumo de 1/2 limão
Azeite virgem

Preparação:

Tempere o bife com sal e pimenta. Grelhe o bife colocando somente uma noz de manteiga. Coloque o bife no local onde o irá servir e com uma faca afiada corte o bife às fatias finas.
Pique o chili, retirando as pevides (as pevides é onde se concentra o picante, se gostar dos alimentos muito picantes mantenha as pevides) e distribua por cima dos bifes. Rale o gengibre fresco e coloque por cima dos bifes. Faça o mesmo com a raspa de limão e de lima. Regue com o sumo de limão e por fim finalize com um fio de azeite virgem.

• Salada de figos e groselha •

Ingredientes:

3 figos
10 bagas de groselha
5 folhas de manjericão
4 folhas grandes de alface frisada
1/4 de pimento vermelho
10g de gengibre fresco
vinagre de frutos vermelhos
azeite virgem
sal q.b.
pimenta preta moída na hora

Preparação:

Parta os figos em 4 partes, retire as bagas da groselha. Lave a alface e cegue a mesma com a ajuda de uma faca. Parta o pimento às tiras finas e curtas. Coloque todos os ingredientes na taça. Tempere com o azeite, o vinagre o sal e a pimenta. Rale o gengibre e coloque por cima.

• Massa tricolor com soja •

Ingredientes:

100g de massa tricolor
1 pitada de sal
azeite virgem
molho de soja

Preparação:

Coloque no fogão uma panela com água a ferver, acrescente uma pitada de sal.
Quando a água estiver a ferver coloque a massa e deixe cozer durante, sensivelmente, 10 minutos (terá de ir verificando se está já cozida ou não).
Coe a massa e coloque-a numa taça. Regue com um pouco de molho de soja e sirva imediatamente.

E aqui tem, uma refeição completa que consegue fazê-la em 30 minutos. Posso-vos dizer que foi um almoço que preparei quando cheguei do trabalho. 

17 de janeiro de 2012

Creme de couve-flor e beterraba


• Creme de couve-flor e beterraba •

Ingredientes:

Para o creme:

1 couve-flor
1/2 courgette
1 cebola
1 batata
1 alho francês
2 dentes de alho
1c. de sobremesa bem cheia de sal grosso
1 fio de azeite virgem

Para o preparado de beterraba:

1 beterraba
1 dente de alho
5g de gengibre fresco
1c. de chá de sal
1c. de café de azeite virgem

Preparação Bimby:

Para o creme:

Retire as folhas verdes da couve-flor. Lave-a bem e parta-a aos pedaços retirando os caules grossos. Coloque no copo da bimby.
Descasque os dentes de alho e a batatat e coloque no copo.
Retire a parte verde do alho francês e parta às fatias o restante e coloque no copo.
Descasque a cebola e parta grosseiramente e coloque no copo.
Regue com o fio de azeite, coloque o sal e acrescente água até cobrir os ingredientes.
Programe 25min / vel. 3 / 100ºC.
Quando terminar verifique se os ingredientes estão bem cozidos. Coloque o cesto para coar e retire metade da água. Retire o cesto e volte a colocar a tampa e pique tudo; programe 10 seg / vel. 9.

Nota: É importante que faça uma sequência de vel.5 / 7 / 9 gradualmente para que fique bem picado e não salte nada. Eu costumo colocar um pano da loiça por cima da tampa para não permitir nenhum salpico. Não se esqueça que a sopa está muito quente e poderá queimar muito um simples salpico.

Para o preparado de beterraba:

Descasque a beterraba e parta aos pedaços pequenos, faça o mesmo ao alho. Coloque os ingredientes todos no cesto da bimby (o gengibre, o alho, a beterraba).
Coloque 500g de água (até cobrir os ingredientes todos).
Tempere a água com o azeite e o sal.
Programe 10min. / vel. 3 / 100ºC.
Quando terminar verifique se os ingredientes estão bem cozidos. Retire o cesto e verta a água para a banca. Coloque os ingredientes cozidos no copo e pique  tudo; programe 10 seg / vel. 9.

Preparação tradicional:

Para o creme:

Retire as folhas verdes da couve-flor. Lave-a bem e parta-a aos pedaços retirando os caules grossos.
Descasque os dentes de alho e a batata. Retire a parte verde do alho francês e parta às fatias.
Descasque a cebola e parta grosseiramente. Coloque todos os ingredientes preparados na panela.
Regue com o fio de azeite, coloque o sal e acrescente água até cobrir os ingredientes. Deixar cozer.
Quando estiverem bem cozidos (poderá verificar com a ajuda de um garfo) retire metade da água e com a ajuda de uma varinha mágica pique tudo até ficar bem cremoso.

Para o preparado de beterraba:

Descasque a beterraba e parta aos pedaços pequenos, faça o mesmo ao alho. Coloque todos os ingredientes na panela (o gengibre, o alho, a beterraba).
Deixe cozer.
Quando estiverem bem cozidos (poderá verificar com a ajuda de um garfo) retire a água e com a ajuda de uma varinha mágica pique tudo até ficar bem cremoso.

Decoração:

No final coloque o creme no prato de sopa e coloque o preparado de beterraba com a ajuda de uma colher de chá. Coloque mesmo no centro e com a ajuda de um garfo ou a parte de trás da colher faça o efeito acima demonstrado na fotografia.

27 de dezembro de 2011

O nosso almoço de amor

Hoje partilho convosco, não só uma uma receita, como também, um momento especial do meu dia. O nosso almoço; meu e da minha filhota que me acompanha em qualquer tipo de comida. E hoje, a pedido especial dela, fiz um robalo assado. Vá, ela não me pediu "Mamã, quero robalo assado.", mas pediu "peixinho bom", o que eu já sei interpretar!
E, então, fiz para nós as duas robalo assado no forno com esparguete salteado e uma sopinha óptima de agrião.


• Sopa de Agrião •

4 cenouras descascadas
1 batata
1 cebola
2 dentes de alho
50g de abóbora
1 alho francês
200g de agrião
Azeite virgem q.b.
Noz moscada q.b.
Sal q.b.
Bicarbonato de sódio

Junte todos os ingredientes (excepto o agrião) no copo da bimby, acrescente água até tapar os vegetais. regue com um fio de azeite. Programe a bimby 25 minutos, varoma, velocidade colher. Entretanto na varoma coloque os agriões com um pouco de sal, um fio de azeite e bicarbonato de sódio para que fiquem bem verdinhos.
No final da cozedura retire a varoma, coloque o copinho na tampa da bimby e passe a sopa velocidades 5-7-8 durante 10 segundos. Quando estiver bem cremosa coloque os agriões e misture com a espátula. Está pronta a servir.



• Robalo assado e esparguete salteado •

Para o Robalo:

1 robalo
4 tiras de salpicão
Pasta de alho e coentros*
1/2 cebola 
Azeite virgem q.b.
Sal q.b.

Pré-aqueça o forno a 180º. Numa assadeira coloque regue com azeite, sal e a pasta de alho e coentros. Coloque o robalo e volte a repetir os ingredientes. Depois corte a meia cebola aos quadradinhos e coloque por cima do robalo, com as mãos espalhe tudo e envolva no peixe. Coloque as fatias de salpicão dentro do peixe para que ele ganhe o sabor da carne. 
Coloque a assadeira no forno durante 15/20 minutos. Vá vigiando, pois o peixe não fica bom se for assado demais, fica seco.

Para o esparguete:

50g de esparguete
Sal q.b.
Pasta de alho e coentros*

Ponha a água a ferver com o sal. Quando já estiver a ferver coloque o esparguete e deixe cozer. Depois de cozido coloque numa frigideira a pasta de alho e coentros a estalar. Coloque o esparguete e salteie. Retire e sirva de imediato.

*Receita da pasta de coentros e alho aqui:
http://clavelscook.blogspot.com/2011/12/pasta-de-alho-e-coentros.html